TMJ#68: Jogos Mortíferos - Críticas ~ TMJ do meu jeitoTMJ do Meu Jeito

quarta-feira, 9 de abril de 2014

TMJ#68: Jogos Mortíferos - Críticas

É impressão minha ou muita gente ficou de cabelo em pé por causa dessa edição? Ah, sim! Aposto que essa história despertou vários tipos de sentimentos nos fãs. Uns amaram, outros odiaram. Agora parece que a rivalidade entre os pró-Cebola e pró-DC está mais acirrada do que nunca!

Então vamos começar. A turma vai participar de um reality show com o tema de terror. Vários participantes ficam presos numa casa mal assombrada e vão sendo eliminados pouco a pouco até ficar um só. O tema não deixa de ser legal, porque gosto de terror. Mas para botar mais tempero e pimenta, surge a rivalidade entre Cebola e DC pela Mônica. Uma rivalidade bastante esperada pelos fãs.

De um lado, o Cebola fazendo suas cebolices de sempre, zoando com a Mônica, chamando-a de medrosa e se comportando como um Zé ruela. Nada de novo. De outro, o DC sendo gentil, incentivando e apoiando.

Há quem reclame que estão colocando o Cebola como um antipático e idiota. Para ser sincera, nem achei que ele foi tãaao chato assim nessa edição. Tanto que não cheguei a ficar com raiva dele. Em minha opinião, ele já foi bem pior em outras histórias. Pode-se dizer que o nível de chatice dele estava normal.

Claro que analisando friamente, foi um tremendo vacilo chamar de medrosa uma pessoa que arriscou a própria vida se colocando na frente de um raio mortal para salvá-lo mesmo depois de vê-lo se derretendo todo por outra mulher (Ed. 66). Olhando por esse lado, ele agiu pior do que um moleque e mostrou que não conhece a Mônica.

Devo dizer que eles deram um rumo legal a história, inclusive acrescentando situações engraçadas como a aula totalmente maluca do Licurgo falando suas sandices de sempre. E aposto que muita gente tentou entender o que ele estava falando, né? Agora, será que alguém aí ficou com medinho imaginando como seria fazer prova surpresa no escuro? Isso sim é terrorismo psicológico!

Para quem não reparou, a apresentadora Elzira é meio que uma referência a Elvira, a rainha das trevas. Se bem que nesse caso adaptaram só o nome, já que a Elzira também foi feita para lembrar um pouco a Viviane. Aliás, foi uma boa sacada criar essa dúvida: será que é só um reality show ou uma armadilha da bruxa doida para pegar todo mundo? Confesso que cheguei a pensar nisso.

Outro momento engraçado foi o Cebola querendo ir para cima do DC por causa da Mônica. Ou teria sido só ego ferido? Não tem como saber, mas ficou engraçado os rapazes segurando o Cebola para ele não ir para cima do DC. É um milagre ver ele sofrendo um pouco de ciúmes para variar, já que na grande maioria das vezes é só a Mônica que sofre.

Ainda na sala de aula, confesso que não entendi muito bem o que o Titi estava fazendo no meio da turma. Ele não é mais velho? Então por que está na mesma sala que os outros? Só mesmo se for para compor a história, mas ainda assim ficou esquisito.

Dentro da casa, o restante da história teve como pano de fundo típicos clichês de filmes de terror. Quem assiste essa modalidade de filme deve conhecer todos eles. E claro que DC já tinha percebido tudo isso, porque é capaz de pensar fora da caixa e enxergar além do óbvio.

E qual é o clichê n. 1 dos filmes de terror? A meu ver, é quando o grupo se separa. Típico, clássico, previsível. Os que ficam isolados sempre se dão mal. Tirando, é claro, os desenhos do Scooby Doo. Mas na boa.... ver um bicho feio e não gritar é meio difícil, não? Eu teria esgoelado feito doida se o Zé Machado aparecesse.

E confesso que fiquei com peninha da Denise. Ela custa a ter uma chance com o Titi e quando finalmente rola um climinha, o tal Zé Machado aparece e corta a onda dela? É pra acabar mesmo!

Também é impressionante uma pessoa ver um livro estranho e mesmo a capa estando escrita com sangue falando que o demônio vai puxar o pé dela de noite, a criatura sempre abre pra ler. Nunca falha.

Enquanto os candidatos vão sendo eliminados de clichê em clichê, aos poucos a tensão entre o DC e o Cebola aumenta porque apesar de toda sua segurança e conhecimento sobre clichês, o DC não consegue evitar que os amigos sejam eliminados e isso faz sua confiança diminuir.

E, como não podia deixar de ser, vemos a diferença com que cada um trata a Mônica. Apesar de tudo, DC se preocupa com ela e tem a real intenção de protegê-la. Cebola quer apenas se exibir e posar de bonzão, mas sempre zoando quando pode. Mesmo quando tenta se fazer de protetor e solidário, ele acaba sendo antipático. Mas isso é típico dele, que costuma se mostrar egoísta e mais interessado em se exibir e inflar o ego do que ajudar as pessoas.

Finalmente, quando ele é eliminado, vemos a Mônica no auge do medo se descontrolando e saindo correndo da casa. Outro clichê: a pessoa corre mais do que o papa-léguas enquanto os zumbis correm menos que lesmas, mas elas sempre tropeçam e são alcançadas. Só que ela estava apavorada demais para pensar racionalmente e por isso o DC faz o sacrifício máximo para ajudá-la: agir dentro do senso comum e se encaixar nos clichês de filme.

Isso mostrou que a Mônica é mais importante para ele do que o hábito de contrariar. Mas no fim, ela reúne coragem e enfrenta o perigo de frente e é aí que o Cebola, então disfarçado de zumbi, amarela. Claro, é muito mais fácil ser assustador quando a pessoa já está com medo, né?

É aí que a coisa começa a ficar realmente emocionante. Tudo parecia caminhar para um final previsível, mas a atitude infantil e idiota do Cebola teve um preço muito alto. Finalmente a Mônica beijou o DC, o tão esperado beijo, e tudo virou do avesso e de cabeça para baixo.


Muita gente deve ter pulado de felicidade, outros devem ter espumado de raiva e quase tacado fogo na revista. Bom, eu confesso que gostei. Depois do Cebola sendo um vacilão por 68 edições, finalmente a Mônica tomou um pouco de vergonha na cara, né? E eu dou toda razão para ela. Muita gente deve ter achado errado, porque ela tem um compromisso com o Cebola, blábláblá. Mas na boa: que compromisso? A meu ver, eles não têm mais compromisso nenhum. Raciocinem comigo:

Quem leu a Ed. 63 deve lembrar da Sofia falando que a Penha estava em coma por um ano. Se entre as Ed. 52 e 63 passou um ano, quanto tempo se passou entre as Ed. 34 e 68? Certamente mais de um ano. Talvez um ano e meio. Tá. E daí?

Daí que o Cebola está enrolando a Mônica há mais de um ano. Vocês acham normal uma pessoa enrolar a outra por todo esse tempo sem tomar nenhuma atitude? Sejam sinceros: alguém aqui aceitaria esse tipo de coisa? Pois é. Além de não ter feito praticamente nada para ficar bem com a Mônica e reatar o namoro, o Cebola ainda xavecou outras garotas na frente dela, se apaixonou por games e agiu como um perfeito vacilão.

Ele prometeu que ia derrotá-la para reatar o namoro, mas não cumpriu a promessa. Não chegou nem perto disso. Logo, se ele não honrou o compromisso que tinha feito com a Mônica, então ela não deve mais nada a ele. Compromisso só existe quando as duas partes estão envolvidas, mas nós não vemos quase envolvimento nenhum por parte dele. Só, claro quando as coisas ficam feias, mas depois tudo acaba na mesmice de sempre.

Na Ed. 66 ele falou que tinha encontrado o tesouro mais valioso do universo e não ia perdê-lo de jeito nenhum. Jacaré cumpriu a promessa? Nem ele!

É por isso mesmo que eu até gostei do que aconteceu mesmo não torcendo pelo DC. Apesar de ele ter sido muito legal e maduro, mesmo que ele seja o rapaz perfeito, infelizmente eu não tenho como torcer por ele. Por quê? Simples: todos nós estamos carecas de saber que a Mônica vai ficar com o Cebola. Logo, torcer para que ela fique com outro rapaz é pura perda de tempo e energia. Não há pelo que torcer, tudo está determinado.

Colocá-la com outro rapaz vai frustrar a grande maioria dos fãs que torcem por esses dois. Tipo, para essas pessoas, não importa o que o Cebola faça, diga ou como se comporte. Ele pode beijar o bairro inteiro na frente da Mônica, pode trair, xingar, humilhar e se bobear até bater nela, mas esses fãs vão sempre torcer por ele. E como são esses fãs que compram as revistas e fazem o dindin entrar na conta bancária, seria um suicídio financeiro a MSP colocar a Mônica definitivamente com outro rapaz.

Sem falar que fazer isso seria jogar fora a Ed. 50. Aliás, a meu ver essa edição foi um tiro no pé porque agora eles estão definitivamente presos a esses dois. Depois de terem mostrado o casamento da Mônica com o Cebola, eles não podem colocá-la com outro rapaz. Querendo ou não, os dois estão atrelados por toda eternidade e eles não vão poder colocá-los com pares diferentes mesmo que queiram muito fazer isso.

O mesmo vale para a Magali e Cascão. Depois de colocar o Cascão casado com a Cascuda e até com um filho na Ed. 50, agora eles não tem como fazer com que ele fique com a Magali sem causar mal estar entre os fãs. Se tentarem, todo mundo vai falar

“ain, mas e a Ed. 50? Como fica? Não valeu nada? Como fica?”

Entendem onde quero chegar? É por essa mesma razão que torcer pela Mônica e Cebola é perda de tempo também. É tipo torcer para que o sol nasça no dia seguinte. Isso vai rolar de qualquer jeito, mesmo que aconteçam alguns tropeços no meio do caminho. Não há pelo que torcer, não há o que esperar. Sem dúvidas, sem incertezas, medo ou ansiedade. Só o eterno drama que já conhecemos e só serve pra encher lingüiça.

É por isso mesmo que quem é fã de Mo/DC, melhor aproveitar enquanto dure, porque isso não vai durar muito tempo. Pode ser que no fim da Ed. 69, tudo continue a mesma coisa, ou talvez dure mais umas duas ou três edições, não mais do que isso.

Mas ainda assim fiquei feliz com a surpresa. Eu pensei que tudo ia acabar na mesmice de sempre e errei. Tudo bem, eu prefiro errar e ser surpreendida do que acertar e ficar morrendo de tédio com a mesmice de sempre.

Bom, essa foi a crítica do mês. Quem quiser ver outro ponto de vista diferente, pode conferir esse vídeo no youtube:

73 comentários:

  1. Concordo com vc em quase tudo, Mallagueta! EU PULEI DE ALEGRIA E COMECEI A CHORAR QUANDO VI O BEIIJOOOO, nossa! Fiquei mt feliz, e tenho que estar enquanto dure, não é? (: Finalmente eu vi o que queria na TMJ, e estou bastante satisfeita com isso. Só tenho dúvidas de como será o desfecho...

    ResponderExcluir
  2. A cara que o Cebola fez após a cena do beijo (Com aqueles raiozinhos de fundo, bocão e olhos arregalados), fez meu dia valer a pena, he-he. Mesmo que o futuro amoroso da Mônica já esteja planejado, foi legal ter esse gostinho de Mônica e DC juntos, fiquei satisfeita ^^
    Concordo que a edição 50 foi meio bisonha mostrando o futuro deles, porque assim não terá muita surpresa nos próximos "dramas amorosos" dos 4 protagonistas. A gente já sabe com quem os 4 vão ficar, então... Só se eles mexerem com os secundários, já que na edição 50 não foi esclarecido se eles estavam casados ou solteiros, então há uma brecha. Mas preferia que essa edição não tivesse acontecido, pois estragou o suspense e as incertezas sobre o futuro deles.

    Aliás, Mallagueta, qual a sua opinião sobre a personagem Irene e a relação dela com o Cebola? Só pra matar curiosidade (^-^')>

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ****Intrometida****
      eu acho que a Irene já se sentiu atraída pelo Cebola, mas foi só uma coisa que passou.

      Excluir
    2. Eu acredito que a relação entre eles é só amizade. O problema é que as pessoas têm a crença de que homem e mulher não podem ser amigos, é por isso que a Mônica não consegue aceitar a amizade dos dois sem sentir ciúmes.

      Agora, pode acontecer de, no futuro, eles fazerem uma edição em que role um clima entre eles. Tipo, depois de a Mônica tanto falar, implicar e acusar, pode acontecer de o Cebola se sentir atraído pela Irene por curiosidade, pirraça ou só porque não agüenta mais o ciúme dela. É aquele lance de você viver acusando uma pessoa de fazer uma coisa, aí ela vai lá e faz só de raiva.

      Até que seria uma história interessante, apesar de me embrulhar o estômago imaginar mais uma edição centrada no maldito drama desses dois.

      Excluir
  3. Eu sei que vai durar pouco, mas fiquei feliz que a Mônica tomou vergonha na cara e beijou o DC, assim, quem sabe, o vacilão se toca que tem muita gente na fila da Mônica.

    ResponderExcluir
  4. É Mallagueta parece concordamos com a maldita edição 50 atrapar muito a história, mas vamos ver né, vlw por por o video.
    PS: eu leio suas criticas a muito tempo! xD

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Eu amei essa edição!!!Cebola foi MESMO um i-d-i-o-t-a,eu tava procurando a Denise o Titi na edição número 50,quando eu vi o que eu acho que já sabia e que não percebi na primeira vez que li.Página número 60,perto da cabeça do padre dá pra ver uma tal pessoa chamada Do Contra de braços cruzados e com cara de "Ai que droga" e ao mesmo tempo cara de tédio kkk tadinho.Aí quando eu vi na edição número 68 a Mônica beijando o DC eu fiquei tipo assim e comecei a gritar "Toma Cebolete!!Foi avacalhar se deu mal!!"Sacanagem mesmo,fica aí de cebolice avacalhando a Mônica,parece que nem gosta dela e agora vem com esse "mimimi"Eu amo o DC,acho que parece até que ELE gosta mais dela do que o próprio Cebola.O DC protegeu ela,apoiou e encorajou!Enquanto o Cebola dizia que ela não era capaz de nada,pois tinha medo.Por falar nisso,lembrando da Ed.59,o Cebola ALÉM de se apaixonar por um game,tratar a Mônica como lixo,ele disse "Seu o que Mônica?Viu só?Nós nem somos ALGUMA COISA!Nem casal!Nem NAMORADOS!Nem ficantes!nem nada!"Tipo,então NEM NAMORADOS eles são!!!O que quer dizer que:A Mônica ESTÁ livre pra pelo menos ficar com outro menino,só não fica PORQUE NÃO QUER,porque sabe que o Cebola vai ter ciúmes.Apenas namorar,porque não podemos contrariar a edição 50.E o Cebola fica aí de "mimimi" com a Irene sabendo que a Mônica não gosta.Tipo,porque não leva a Mônica não vai junto??Se for alguma coisa sobre ela,então não vá em lugares que ela possa ver!!Então por que não é sincero com ela,diz que conversou com a Irene e diz que não aconteceu nada,sem grito,sem briga??Não aguento mais eles brigando todo santo mês!PORQUE eles brigam se não tem relacionamento NENHUM??Cebola sabe que a Mônica é ciumenta,e beija o bairro na frente dela.Bom,eu espero que na próxima edição a Mônica escolha o DC,pra não ficar na mesmice e durar só mais um tempo.
    Ah,tenho uma perguntinha:O DC é alguma coisa do Nimbus??Irmão,primo ou algum tipo de parente??Porque,o DC é meio parecidinho com ele,e eles praticamente andam bastante tempo juntos.Tipo naquela vez,em um gibi bem antigo de quando eles eram pequenos (era até da editora globo,eu ainda tenho esse gibi ♥)Que eu acho que o nome da história é U.R.U.C.A é um troço que o DC e o Nimbus fizeram um troço de lendas urbanas e tentam encontrar uma loira que perdeu um parquinho e sentiu falta dos brinquedos.Não brinquedos tipo brinquedos de parque de diversão,brinquedos tipo:Gangorra,balanço,escorregador,o pulador lambuzante manco (brinquedo que o DC inventou e eu tive questão de colocar aqui ^-^)E tipo,eles estavam juntos,tem outra historinha que eles estavam juntos.Desculpe pelo comentário grande :/ ai que vergonha
    Bjs♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O DC é irmão do Nimbus. Se não me engano, ambos foram inspirados em pessoas reais, acho que nos filhos do Maurício.

      E realmente, o Cebola adora falar que não é namorado da monica, então eles não tem compromisso nenhum mesmo. Agora tem que aguentar o tranco!

      Excluir
    2. So n morro de desgosto pq eu sei a monica e dc sao irmaos n vida real( pelo menos é oq todos dizem) e eu sei q de um jeito ou de outro eles tem uma relacionamento muito forte e de um jeito ou de outro, se amam.

      Excluir
    3. Nimbus e Do Contra foram inspirados em Mauro e Mauricio, respectivamente, ambos filhos do mítico Mauricio de Sousa :)

      Excluir
  7. Hahahaha Ri demais com a sua crítica!

    Concordo que, no fim, a Mônica vai ficar com o Cebola, o relacionamento deles sendo uma droga ou não.
    Mas a ed. 50 não deveria decidir isso. Quer dizer, é um futuro possível, mas que pode ser mudado, assim como o futuro da ed. 48.
    De qualquer forma, é melhor aceitar, pq sempre vão existir aqueles que acham que a infância inteira vai ser estragada por que o casal não ficou junto... =p
    Só espero que quando isso acontecer, arranjem uma mina legal pro DC, por que ele é legal demais pra ficar sofrendo pela Mônica, só acho.
    No mais, concordo com tudo xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho bobagem esse negócio de "estragar a infância" só porque dois personagens fictícios não ficaram juntos, mas é assim que essas pessoas se sentem, então acho que não devemos julgar. O jeito é se conformar.

      Excluir
  8. Sim, eu comprei essa edição e, sim, valeu a pena.
    A minha mana que reparou nisso, mas...
    Que menina, quando um cara fala que quer o beijo dela de prêmio, fica parada que nem uma tonta olhando pra cara dele? Todas as meninas que conheço provavelmente diriam: "Cala a boca! Eu beijo se eu quiser!" rindo, e daria um empurrão amigável pra ele parar de olhar pra ela com cara de safado; mas, provavelmente, dariam um beijo nele no final.
    Hehe, sei que isso não importa tanto, mas não pude deixar de comentar.
    Quando vi o beijo (que foi naquele comentário dos palpites) eu gritei bem alto, tipo:
    AAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH LOOOOLLLL
    Eu não esperava nada disso.
    Se bem que não tem surpresas. Pela preview da próxima edição dá pra saber claramente que eles vão separar a Mônica e o DC nela.
    O Cebola, pra mim, tava normal nessa edição, com suas cebolices. Ele desafia a Mônica (o que não é novidade, então nem reparo nisso), baixa a moral dela (o que também não reparo).
    As únicas coisas que eu reparei que ele pisou na bola foi no "o Cebola não vai deixar nenhum monstro mal te pegar" e "e ela nunca vai te beijar!" pro DC. Apenas nessas coisas ele estava mais chato. O resto é o jeito normal dele.
    Mas o DC também não tava o bonzão aí. Eu achei ele muito exibido quando falou "fiquem comigo se quiserem viver". Que brega :P

    E, aposto que você reparou: Os traços melhoraram! E eles PINTAM SOBRANCELHAS!
    (y) Carmem curtiu isso

    E a Magali troll? Puxando o Cascão pra Mônica ficar sozinha com o DC! Kkkkkk! Coisa típica de amiga.
    "e acaba de vez com esse chove-não-molha!" "Chuva? Onde?"

    Quando eu vi a Elzira, eu achei de cara que era a Viviane, que ela atacaria a Mônica no final e acabaria perdendo. Putz, os clichês que foram quebrados nessa edição surpreendem mesmo.

    O Titi da página 44 tá com a maior cara de Lorde Coelhão! Kkkkk!

    Eu ri naquela parte que o Licurgo manda todo mundo na van e eles gritam "socorro!!!"
    E vi que o DC não inscreveu o PRÓPRIO IRMÃO. Se bem que o Nimbus manja dos paranauês da mágica e descobriria que não era armadilha nenhuma, apenas um reality show de terror idiota.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vish maria! Escrevi uma coisa enorme! o.O

      Excluir
    2. Eu achei que os narizes ficaram estranhos em algumas cenas, e o DC ficou com cara de maníaco no close dele na página 117 O_O
      Mas fora isso, ganhou pontos com as sobrancelhas nas cores certas e com o traço dos cabelos. Deve ter algum novato no estúdio :)

      Excluir
    3. Hahahahahahaha, super verdade! Eu vi, as sobrancelhas estão compridas demais, estranhas.
      Mas ali eu estava falando do geral.

      Excluir
    4. Bom, eu não costumo reparar muito em traços e desenhos, a não ser quando a coisa fica esdrúxula demais.

      Também não sei por que ele não inscreveu o Ninbus. Acho que a intenção era ter cinco meninos e cinco meninas. Pra colocar o ninbus, seria preciso tirar outro garoto e aí podia complicar as coisas.

      Excluir
    5. Sim, o traço mudou um pouco. Mas pelo editorial, continuam os mesmos desenhistas de sempre. Queria entender pq eles ficam mudando tanto o traço, em vez de estabelecer um estilo só --"

      Excluir
    6. Kkkkkkkk convordo dc ficou com cara de maniaco do parque para a monica na pg 117 tipo vou te estrupei

      Excluir
    7. Concordo com vc ficou muito bom mesmo e eu gostei dos traços pq parecem que eles estão mais velhos mais em alguns pedaços mais novos tipo na parte do indice pelo "tamanho" do DC parece que ele tem 13 anos mais fora isso eu amei e também quase morri quando a Mô beijou o Dc kkkk

      Excluir
  9. Adorei a crítica. Sei q é perda de tempo torcer pelos dois, mas é bom ver a revista fazer o possível para recuperar e satisfazer um bom número de fãs, haha

    Só como curiosidade: "a aula totalmente maluca do Licurgo falando suas sandices de sempre" = a roteirista fez uma homenagem a série Doctor Who, q completou 50 anos. Por isso o professor fala sobre o espaço-tempo e uma caixa azul. A série fala sobre um senhor do tempo q viaja com algum companheiro(a) em sua maquina TARDIS, uma caixa azul maior por dentro q por fora.
    Estava esperando a homenagem desde o ano passado. Mas como os roteiros sao escritos meses antes, so foi publicado agr.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei q era a unic fa de doctor who lendo OMFG :')

      Excluir
    2. eu sou fã de Doctor Who e quando vi isso eu fiquei surpreendido e postei no facebook a pagina kkk

      Excluir
  10. Eu ainda não pude ler essa edição (um pequeno problema com carteiros e cachorros), mas não resisti em ler sua crítica.
    Eu torço pela Mônica e o DC desde a edição 30, e somente agora se tornou (pelo menos um pouquinho) real. Torço pra que não voltem a mesmice tão cedo, afinal uma mudança dessas realmente dá o que falar.
    Eu percebi uma coisa: as revistas não seguem umanordem exatamente cronológica ou com concordância. É como se fossem aventuras aleatórias, então, pra mim, a edição 50 não conta como argumento pra essas coisas. Nas revistas Mônica 30 e Mônica 35 anos também aparecem histórias deles casados, mas mesmo assim...
    É como na turminha, tudo segue um padrão, mas nada é uma certeza. Senão, não haveria a história do "namoro" da Magali e do Cascão na infância.
    Não sei, espero que a MSP tenha percebido que muita gente queria algo novo.
    Quero muito ler essa edição, mas infelizmente ela ainda não chegou as bancas da minja cidade. :(

    ResponderExcluir
  11. Eu sou SHIPPER de DC e Monica, mas eu sei que eles não vão ficar juntos. O que eu sempre quis, foi ao menos, ver eles ficando juntos ao menos UMA UNICA VEZ. E finalmente aconteceu... Apenas isso. Quanto ao resto, eu leio as fanfic e me sinto satisfeita XD AUSHAUHS
    Mas o que vc disse ali em cima, é vdd. A Galera não se toca que, o Cebola é o maior vacilão. Ele pode fazer o que quiser com a Monica, ESSES FÃS, vão sempre apoiar e torcer por Cebola e Monica. Parece que não sei aff ¬¬
    Eu concordei com tudo que vc disse, só acho que... QUEM SABE... por um milagre de Deus (Talvez ainda tenha um pingo de esperança dentro de mim) que o DC e a Monica, vão ficar juntos mais do que apenas uma ed AUSHASUAU quem sabe...

    ResponderExcluir
  12. Não vejo nada de mais colocar a Mônica com DC ou qualquer outro rapaz
    1- Cebola agiu feito idiota o tempo todo com a Mônica. Aliás, eu não sei como ainda tem gente que torce pelo casal MôxCe, depois de tantas mancadas que ele deu com ela.
    2-O casamento dos dois só acontecerá daqui a 10 anos. Logo, se torna possível sim, ela se envolver com outro.
    3-Na vida real, quem é que fica durante tanto tempo preso a um compromisso que não existe?
    4-Tudo bem que é apenas uma revista em quadrinhos, são personagens fictícios, etc, mas é uma revista direcionada a jovens, e querendo ou não, isso exerce uma certa influência sobre eles. Então é até perigoso os jovens (principalmente as meninas) acharem que é normal ficar preso a uma pessoa que, no fundo, não quer compromisso nenhum com ela.
    Concluindo: Mesmo sabendo que a Mônica vai ficar com o Cebola, eu gostei de vê-la beijando o DC. O Cebola ficou o tempo todo se desfazendo da Mônica, e agora ele viu que ele não é a última bolacha do pacote como ele pensava. #toma,distraído!!!!

    ResponderExcluir
  13. Sabe uma coisa que eu COLOQUEI na minha mente... E não sai até hoje? Se os roteiristas colocarem um personagem homossexual no gibi... Eu acho que tem que ser a Denise. Não sei... Eu acho que seria algo assim muito =O se a denise fosse Bi. Eu lembrei disso vendo o video do cara falando da Denise e do titi UAHSAUH
    Outra coisa...
    Sabe o que eu acho... Que se a Monica não vai ficar com o DC, tem que ter uma personagem pra ele. UASHUAHHU "Fizeram" a Ramona pro Nimbus, acho que deveria ter uma personagem pro DC tambem... Mas isso é um desejo meu, não vai acontecer UAHSAUHS

    ResponderExcluir
  14. Só eu achei a edição forçada demais? Tipo, o Cebola tava no seu indice padrão de falta de noção mesmo (se bem que comparado as outras edições ele não tava lá tão ruim), mas o DC tava um pouquinho "perfeito" demais. Toda aquela conversa de MÔNICA VOCE É PERFEITA E INCRIVEL EU TE ADMIRO TANTO NUNCA VOU TE DEIXAR foi um tanto *ahem* clichê.
    Não que seja ruim ele ser tão legal e fofo e talz. Tudo bem ele achar ela incrivel e dar apoio e tudo mais. Mas ele ficar todo cheio de "omg eu te admiro tanto" e "EU VOU TE SALVAR EU PROMETO" combinado com o número desnecessário de vezes que ele chorou (mesmo que seja só um reality show) foi um pouco dramático demais
    Tipo, tudo bem que o Cebola enrola a Mônica, mas o DC não tava atras. Ela pediu pra namorar e ele disse não. Agora mudou por que? Porque é relevante para a trama? Parece que a Magali decidiu convenientemente esquecer que o Cebola não é o unico culpado de "chove não molha".
    E aliás, devo ressaltar que o Cebola em nenhuma ocasião chamou a Monica de medrosa. Sim, ele zoou ela por estar com medo e disse que ela tinha medo, mas ter medo não é a mesma coisa que ser medrosa. Se fosse então todo mundo é medorso. Se o Cebola não acreditava na capacidade dela o DC tem uma ilusão que ela é corajosa a ponto de não ter medo de nada. Ela tem o direito de ter medo de alguma coisa. Aliás, é até impossivel não ter. Não sei como o Cebola saber do que ela tem e do que ela não tem medo enquanto o DC assume que ela não tem medo de nada sugere que o DC a conheça melhor. Tá, ela não tem medo de se tacar na frente de raio mas tem medo de "paradas sobrenaturais". Parece que o DC acha que ela não tem nenhuma limitação.

    Sei lá, todo esse drama parecia um pouco desnecessário. Não só nada do que tava acontecendo era de verdade, mas também eu não vejo a necessidade de venerar tanto o DC. Agora pra Mônica decidir largar o Cebola ela tem que ter uma "opção melhor"? Ela não podia simplesmente desistir dele porque ele é ignorante com ela? Precisa de outro garoto ser legal com ela pra ela perceber que o Cebola a trata mal?

    A meu ver a Mônica até pode ficar com o DC, mas é a certeza que eles terminam eventualmente. Considerando como essa edição serviu pro Cebola parecer muito pior que o DC e falou sobre quebrar cliches pareceria meio estranho eles deixarem a mônica com o Cebola, mas não duvido que isso aconteça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho que descordar contigo em alguns aspectos...uma pessoa corajosa pode ser uma pessoa com medo mas ainda assim enfrenta os medos, podes estar com muito medo em enfentar-los, mas ESCOLHES enfrentar-los na mesma apesar do medo, isso é coragem de verdade, isso "de nao ter medo" é ser valente e bravo. por isso sim, eu concordo com o DC.
      agora que houve alturas que foi desnecessariamente dramatico sim, que eu fiquei assim -> :p bleh.
      agora enrolação, bem talvez o DC esteja parando de enrolar, porque talvez esteja se apercebendo desse "chove e não molha", por isso que talvez esteja começando a agir? senao nao pedia o beijo como premio, nao?
      porque enrolação não pode continuar para sempre (e digo isso mesmo ate pelo Cebola), por isso que tem esses momentos repentinos sem enrolaçao.
      aliás quem mais avança, entre os dois, é o DC, Cebola quase nunca mexe uma palha porque pensa que a Mônica está garantida.
      aí, vem a parte parte que é mais 50/50 de concordar e desconcordar - eu concordo que a Mônica não precisa de largar o Cebola por uma pessoa melhor ou opção melhor, eu concordo, mas de resto a decisão cabe é à Mônica de quem gosta romanticamente ou não, ou se vai sempre atras de quem gosta romanticamente como um caozinho, entendes onde quero chegar.
      eu nem achei o DC "um pouco perfeito demais"(porque ele ate teve desenvolvimento de personagem), escrito de uma forma um pouco dramatica demais, sim.

      Excluir
    2. Nem todo mundo consegue superar os medos. E a Mônica só enfrentou o dela porque achou necessário. O Cebola só tava zoando dela por ter medo de troços de terror e chegou o DC cheio de "como ele OUSA sugerir que você tem medo de algo que você claramente tem medo". É uma coisa ele acreditar que ela consiga enfrentar os medos. Outra coisa é ele ficar cheio de mimimi porque ele não aceita que alguem diga que a Mônica tenha medo de alguma coisa
      Tá, mas o que mudou? Por que antes ele não queria namorar a Mônica e agora quer?

      É que parece que só essa edição a Monica decidiu perceber que o Cebola é escroto mesmo que ele seja assim o tempo todo

      Desenvolvimento do personagem envolve o personagem crescer, geralmente tem um processo e uma razão. O DC só chegou sendo todo principe encantado mesmo

      Excluir
    3. aí esta a parte dramatica que te falei, ele acredita nela, mas dramatizou um pouco, mas neste caso queixo-me mais da escrita, quando está demasiado dramatico certas reacçoes, e exageradas, ja vem problemas da escrita, não foi so o DC que estava dramatizando ali...
      Voce sabe porque que ele disse que não, foi da sua filosofia de contrariar e como ele proprio explicou na ediçao 36, porque a Mônica deixou tudo fácil de mão beijada, ou seja, sendo complicado como sempre foi.
      Ele sempre quis, mas queria aos termos dele - ou seja da maneira dificil, so pelo facto de querer que seja aos termos dele ja é o grande problema, é o mesmo que o Cebola (que tambem tem que ser nos termos dele)
      não foi só nesta ediçao, ha que observar detalhes da ediçao 65, lembra da conversa entre Magali e Monica antes ser levada acidentalmente pela nave do Franja? ela nem chegou a completar o que ia dizer nessa altura, ela pode ja ter começado por ai...
      O DC sendo "principe encantado", isso ja é generalização, tira essa generalizaçao, desde o inicio da ediçao o DC apesar de estar elogiando a Monica e acreditando nela, ele tanto como Cebola estavam tratando a Monica como premio (so pelo beijo como premio do DC se ele ganhasse junto com a Monica, ja diz isso) e o Cebola apesar de estar posando e zoando a Monica como sempre faz, ele querer derrotar DC para impedir-lo de ter um beijo da Monica.
      DC, tratou a Monica como conquista, como se amor romantico é algo que se conquista (que é coisa que eu descordo com garras e dentes), mas no fim ele abandonou essa conquista e preferiu a Monica vencer, sacrificar seus proprios interesses porque preferia a Monica ganhar sozinha do que ele ganhar sozinho, porque se quisesse ele podia ter ganho sozinho. O que eu vejo é uma atitude nobre e capacidade de sacrificio, so porque a pessoa tem essa capacidade não quer dizer que seja um principe e princesa encantado.
      O Cebola mostrou tambem, a Magali, Franjinha, muitas personagens mostraram ter essa capacidade.
      a questao é se vao manter, ou DC se desleixar como deixam com o Cebola por vezes, nos desenvolvimentos deles.
      eu ate que gostei da Monica beijado o DC não como ela sendo premio - ja que ela ganhou sozinha, mas ter direito que tem algo dizer nessa competição como se ela fosse premio, se reparares o ela fala para o Cebola, no fundo ela ja esta ficando farta de se "ficar" com eles aos termos deles (cebola derrotar a Monica e DC em conquistar) para decidir com quem ela fica, como se não tivesse direito a escolher em "ficar" com um deles ou nenhum.

      Excluir
    4. Eu também achei que a chatice do Cebola tava normal dessa vez. Mas tem uma coisa: se isso fosse um evento isolado, algo que só acontece uma vez ou outra, creio que a Mônica não teria dado um chute na bunda dele.

      Só que ele vem sendo pé no saco há várias edições, então eu creio que as atitudes dele na Ed. 68 foi a última gota d’água num copo já totalmente cheio. Tipo, quando a pessoa já está cansada, saturada, não agüentando mais, qualquer coisinha pode fazer com que ela chute o balde de vez.

      E vamos considerar o seguinte: o DC gosta de contrariar, ser diferente. Então é de se esperar que ele aja ao contrário dos outros rapazes. Tipo, se a maioria dos garotos dessa idade são uns moleques sem noção, então ele vai mostrar maturidade. Se os outros são insensíveis, então ele será sensível.

      Além do mais, pode-se considerar que esse programa teve um grande grau de realismo que assustou a todos. Sem falar que por um momento, eles chegaram a acreditar que tudo era armadilha da bruxa Viviane e que o perigo era verdadeiro, não apenas um show.

      Uma coisa é ver algo de fora. Tudo fica mais simples, mais fácil e a gente sempre sabe o que fazer. Mas quando estamos dentro da situação, enfrentando o problema de frente, vemos que as coisas não são tão fáceis assim, não é? Foi isso que o DC experimentou ao participar desse show. Ele achava que tudo era simples e fácil, mas não foi capaz nem de salvar a si mesmo. Então de certa forma, é normal ele ter chorado um pouco. E vamos lembrar de que é uma história, então tem que ter algum draminha também.

      Excluir
    5. Quanto ao Cebola zoar da Mônica, falar que tem medo... chamar de medrosa... não sei se vejo muita diferença. De qualquer forma, ele duvidou da coragem dela, duvidou que ela fosse capaz de vencer o medo e chegou a tratá-la como uma criança (vide a parte em que ele dá tapinhas na cabeça dela falando que não ia deixar nenhum monstro mau pegá-la).

      E mesmo que haja alguma diferença, temos que considerar o seguinte: ela estava assustada, vulnerável, fragilizada. Mesmo ela sendo uma pessoa forte e corajosa, naquele momento ela se sentia frágil e desprotegida. Ao invés de dar apoio, o Cebola só ficou zoando e debochando dela. Pra mim, isso foi tipo chutar cachorro morto. Debochar de uma pessoa que tá com os nervos em frangalhos é fácil demais, qualquer bobalhão consegue.

      O DC questionou esse medo da Mônica e achou ruim da forma como o Cebola a tratou exatamente por conhecê-la e saber que ela já demonstrou muita coragem no passado. Ele conhece o potencial dela, sabe do que ela é capaz. E cá entre nós, ele estava certo porque ela no fim conseguiu superar o medo e lutar.

      Quando a Mônica mostrou que estava com medo, o DC procurou lembrá-la dos seus pontos fortes. Já o Cebola esqueceu todas as qualidades dela e focou somente nessa fraqueza e zoou dela sem se preocupar se isso ia ou não deixá-la magoada.

      Excluir
    6. Não é que o DC veja a Mônica como perfeita e sem defeitos, ele sabe que ela tem defeitos sim porque não é idiota de ficar idealizando uma pessoa. Acontece que para ele, as qualidades dela são mais importantes que os defeitos, por isso ele achou ruim de o Cebola ficar zoando com ela. Ele sabia que ela estava com medo, foi capaz de perceber isso. Mas preferiu enxergar a Mônica corajosa e forte que ele conhecia, ao contrário do Cebola que esqueceu tudo isso e focou somente no medo dela.

      Excluir
  15. ... nao sei se vcs notaram, mas em TMJ acontecem varios futuros diferentes, varias realidades paralelas e eles fazem isso para ganhar venda simples assim, no fala mauricio da ed 50 o proprio fala que é um futuro provavel, possivel mas q nao vai necessariamente acontecer. Eu sou team DC ate o inferno mas eu sei q existe pelo menos 90 por cento de chance dela fica com aquele escroto, mesmo agora -quase- todo mundo preferindo o DC, sao esses 10 por cento q me fazem comprar o manga todo mes. (Aplausos)

    ResponderExcluir
  16. Mallagueta, pelo amor de Deus! Será que não dá pra dizer onde é que vc lê nem... por email? hehehe, vou ler a sua crítica ali e obg desde já!

    ResponderExcluir
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  18. Mais uma coisa: a sinopse da edição #68 diz que Cebola e DC vão disputar o coração da Mônica. Não foi isso que eu vi. O que eu vi foi o DC protegendo, apoiando e demostrando o quanto ele gosta dela, enquanto que o Cebola só estava a fim de se autoafirmar, tirar onda de bacana e se desfazendo da Mônica o tempo todo. Logo, no meu ver, só quem disputou o coração da Mônica foi o DC. Por isso, ele mereceu ficar com ela no final.

    ResponderExcluir
  19. Estão transformando o DC em protagonista da TMJ, e quer saber: seria muito bom, o Cebola virou um cara chatinho e desinteressante. Mas também acho que essa fase do DC na revista vai passar porque eu acho que quando ele ver que esta vivendo um relacionamento normal demais vai acabar se cansando ou vai atazanar a Mônica com essa mania de contrariar até ela perder a paciência.
    Queria falar também que estou gostando muito desse ano, as hqs estão melhorando em tudo o que nós reclamávamos, dos roteiros até os desenhos. Voltei a ser aquele fã ansioso pela próxima edição.

    ResponderExcluir
  20. Sabe o que eu acho que está faltando na TMJ? Amizade.
    Vocês lembram como o cebola e o DC conversavam antes? Lembram qual foi a última vez que o cebola e a magali, o cascão e a monica tiveram uma conversa descente?
    Juntando isso, mais humor, menos drama e efeitos mangá, acho que a TMJ ficaria perfeita.
    (pera... isso não é como a TMJ era antes?)

    ResponderExcluir
  21. Quando a Mônica disse:
    "Conheço ela de algum lugar" eu já falei logo de cara "sabia,era a Viviane" só que o final me surpreendeu

    ResponderExcluir
  22. As vezes eles podem juntar Mô/DC por algumas edições e depois rolar uma briga sei lá

    ResponderExcluir
  23. Sou môxdc pode ser por pouco tempo mas a msp pode surpeender nao é? Tá mais que na hora de acabar esse "mamão com kaki" entre mô e cé.gostei da magali apoido o dc 'malandrinho'.muito boa a critica,vai ter a do chico moço ?seria bom.

    ResponderExcluir
  24. Esperamos é que tenha um desfecho que agrade todos os fãs (ou boa parte), sem colocar o DC ou o Cebola fazendo papel de vilão.

    Sua crítica está incrível, tocando em cada ponto, sem deixar nada a passar despercebido, é umas das melhores que você já fez Mallagueta.

    ResponderExcluir
  25. Não concordo muito com você Mallagueta, claro que em algumas partes, que são a maioria.Não concordo que o Cebola tenha chamado a Mônica de medrosa, e achei que ele foi um verdadeiro idiota.Mas não gosto e nunca na minha vida vou gosta do DC, até mesmo se ele salvar a vida de alguém e não gostei da atitude da Mônica.Tinha que beijar logo o DC, não podia apenas gritar com o Cebola e mostrar para ele que sua chance tinha acabado com ela?Que ele deveria melhorar mais na suas escolhas, diferente do DC que escolheu salvar a Mônica( de um jogo de pouca coisa )?!Não gostei , definitivamente dessa edição, mas uma coisa você disse certo,eu quase taquei fogo na edição( só não taquei pois meus pais compraram com o dinheiro dele ).Bom, agora vamos esperar para saber como será a nova edição, se a Mônica queres ficar com o Cebola ou com o Do Contra, qual será o destino desse casal e várias outras aventuras é claro, mas sempre, sempre e sempre, Cebônica Forever, nunca DoCônica

    Olhando do meu ponto de vista Mallagueta, você nunca apoiou Cebola e Mônica, sempre odiando ele, julgando suas atitudes, mas sempre torcendo pelo bobo do DC?Por que você não dar um ponto positivo no Cebola?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi hannah, entendo sei ponto de vista, também gosto do Cebola mas ele tá muito diferente das primeiras edições como a "Cuidado com o que você deseja", ele deixou de lado os planos pra dominar o mundo e fazer dele um lugar melhor e começou a cismar em derrotar a Mônica, e como nunca conseguir virou um cara meio chato, acho que uma atitude tinha que ser tomada por parte da Mônica e gritar é uma coisa que ela fez várias vezes e não deu certo.
      Mas como eu comentei antes esse destaque do DC não vai durar pra sempre, então é só esperar.

      Excluir
    2. Vc está enganada. Eu nunca apoiei o DC hora nenhuma. Ele me parece meio confuso, complicado e por enquanto não me inspira confiança.

      O Cebola pode não ter usado a palavra "medrosa" com a Mônica, mas jogou na cara dela o tempo inteiro que ela estava com medo. Pra mim, foi quase a mesma coisa considerando que ela arriscou a própria vida pra salvá-lo.

      Não vejo nada de errado a monica ter beijado o DC. Em parte, foi pra tapar a boca do Cebola que se achou muito seguro ao falar que ela nunca ia beijá-lo. Quem é ele pra decidir quem ela vai ou não beijar? Essa decisão é dela, não dele. Além do mais, ele precisava aprender que ela não vai ficar a disposição dele eternamente.

      Não nego que ele tenha qualidades, mas tudo é uma questão de custo-benefício. A meu ver, as qualidades dele não compensam os defeitos. Ele diz que gosta da monica, quer ficar com ela, etc. mas não vemos nenhum tipo de comprometimento da parte dele.

      Seja sincera: vc aceitaria ser enrolada durante mais de um ano por um rapaz que além de não assumir nada, ainda xaveca outras garotas na sua frente? Imagine vc gostar de um rapaz, mas na hora do perigo ele correr pra socorrer outra e ainda declarar abertamente que sempre estará do lado dela. Como vc se sentiria? Acha mesmo que alguma qualidade que ele possa ter compensa essa dor?

      De que adianta ele sempre se arrepender no final e correr pra Monica se vai fazer tudo de novo nas próximas edições? Errar é humano, mas persistir no erro e não fazer nada pra melhorar é falta de vergonha na cara mesmo.

      Excluir
    3. E o Kelvin falou uma coisa certa: o Cebol está muito diferente das primeiras edições. Sabe, antes da ed. 34 eu estava até começando a gostar dele e a torcer pra que ficasse com a monica. Mas depois dessa edição, ele foi ficando cada vez mais chato, confuso e enrolador.

      E enquanto continuar desse jeito, sinto muito, mas não tem jeito de eu gostar dele.

      Excluir
    4. Claro Mallagueta, mas vamos olha por esse ponto: Eu também achei a maior idiotice o Cebola chamar a Mônica de "medrosa" e enrolar ela durante muito tempo, e se percebemos,a Mônica só beijou o DC para fazer ciúmes no Cê.

      Sim, o Cebola já beijou outras meninas, mas na primeira vez foi na edição 16,que na verdade nem foi ele né, foi o seu monstro do ID; na edição 48, ele beijou Monique pois seu dever era salvar as pessoas do futuro de ser ameaçados pelo projeto M.O.N.I.C.A, e a Monique é tataraneta da Mônica;Na edição 51 pois ele queria proteger a Mônica de parar na cadeia, ou ele fazia isso , ou via sua amada indo para o xilindró.

      Na edição 54, como eu tenho certeza de que você já pensou nessa edição, o Cebola foi mesmo um idiota sim.Ele deve mesmo é prestar atenção nas pequenas coisas da vida no que das grandes.Errado mesmo foi ter xavecado a Amanda na frente da Mônica, isso foi um grande absurdo , claro não discordo, mas a Mônica só beijou o DC por ciúmes, ela não gosta dele mesmo.E ele também é um verdadeiro panaca, por que enrolar ela , parece até o Cebola que "vai conquista-lá" e não "ela conquista-lo".Mas é como o Kelvin disse mesmo: basta esperar pois esse romancinho foi só uma metade do primeiro degrau, esse amor de #TeAmDcMô nunca vai durar, basta esperar!

      Ah Mallagueta, espero que não tenha ficada triste com o que disse, esse foi o meu ponto de vista de você gostar mais do DC do que do Cebola.É que eu nunca vi você postar algo no blog dizendo coisa boa dele, só vejo pontos negativos ou meios , mas nunca positivos.

      Espero que entenda...

      Excluir
    5. Bom, pra defender o Cebola já tem praticamente todos os fãs, por isso não me preocupo em exaltar nenhuma qualidade dele. E pra ser sincera, não vejo nele nada que mereça ser realmente exaltado.

      As vezes eu acho que a Petra também o odeia, porque sempre o desenha como um antipático. A gente não vê isso nas histórias dos outros roteiristas.

      Excluir
    6. Isso é verdade mesmo.Mas tem umas edições, por exemplo, a das de Halloween, o Cebola está super diferente do que nas outra edições escritas pela Petra.Eles estão confundindo demais agente colocando o Cebola de um jeito em uma edição e na outra diferente.

      Deveriam mesmo era definir logo o tipo de personalidade do Cebola.

      Excluir
    7. Eu até gosto do Cebola, e torcia pra ele ficar com a Mônica até um tempo atrás. Porém, ele deu tanta mancada, que ficou difícil continuar torcendo por ele.

      Excluir
    8. é que o Emerson, roteirista daquela edição sabe o que nós achamos do Cebola e diferente da Petra, ele nos dá ouvidos e mostra as coisas boas que o Cebola têm pra mostrar. Tudo bem que na história "Brigada dos Ossos Cruzados" ela da um jeito na personalidade chata dele, mas de que adianta se logo depois ele volta a ser um tosco?

      Excluir
    9. Se a Mônica não gostasse (pelo menos um pouco) do DC, não teria pedido ele em namoro na edição 30, não é mesmo? Já tava mais do que na hora de acabarem com duas enrolações: o drama eterno de Mônica e Cebola, e as indiretas super diretas do DC pra cima da Mô.
      Sim, sou shipper MôXDC, mas sinceramente, até apoiaria o Cebola se nãono tivessem deixadotão idiota. Antes ele não era assim.
      Li num comentário que falta amizade na turma, e falta mesmo. Falta amizade, aventura, comédia...mas, o que seria do mundo jovem sem o românce?
      Bom, é só minha opinião. Vou concordar que surtei sim nas edições 34 e 50, não posso negar, mas essa, pra mim, superou todas as expectativas.

      Excluir
    10. Sofia, se a gente for enumerar o que anda faltando na TMJ, a lista vai ficar loooonga. Falta amizade, aventura, comédia, mais aventura, sagas épicas com lutas contra vilões perversos, um pouco mais de aventura, de vez em quando terror, devia ter mistério, suspense e conflitos reais, não essas briguinhas chatas entre a Monica e o Cebola.

      Romance é que nem chocolate. A gente come, mas chega uma hora em que o organismo pede comida de verdade.

      Excluir
    11. É que vamos concordar que o mimimi da revista não chega a ser beeem um romance. Tem que ter um equilibrio. Mesmo nas relações reais, não é saudável essa possessão como a mostrada entre a Mônica e o Cebola. Mesmo num casal a amizade é importante.
      Sei lá, é como você falou mesmo do chocolate: chega uma hora que enjoa, mas também, chocolate é algo que as vezes estimula...não sei, pode ser pq eu gosto de chocolate (ou de romance), mas ai vai do pontp de vista de qualuqrr um. Quando EU vou escrever PRA MIM, eu coloco quanto romance acho necessário, porém, quando é para os outros, é preciso lembrar do equilíbrio, porque numa turma o romance existe, mas não é o foco principal o tempo todo...

      Excluir
  26. fiquei !@#$ da vida com esse beijo vei... mas o cebola merecia por agir como um idiota e zoar a mô!

    ResponderExcluir
  27. fiquei !@#$ da vida com esse beijo vei... mas o cebola merecia por agir como um idiota e zoar a mô!

    ResponderExcluir
  28. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  29. mallagueta se vc leu online
    poderia me passar o link do site
    o email e bhjjmnlk@gmail.com.obrigado bjs

    ResponderExcluir
  30. Mallagueta, onde vc leu? Se puder me passa pro meu e-mail: manu.rossa@ig.com.br

    Agr, minha opnião:
    Vou falar que apesar de tudo, sempre torço e vou continuar torcendo por MoXDc... apesar de saber que a Monica só beijou o Dc pra fazer ciúmes no Cebola e tals....
    E, apesar de tudo isso também, estou temendo o final dessa edição, pois sei que "A Monica irá perdoar o Cebola por causa de charminho, pois ele vai ser todo fofo e bla,bla,bla e o Dc vai continuar esperançoso e esse mimimi todo"

    ResponderExcluir
  31. Sobre essa bendita edição #50:

    Já que tinha taaaanta necessidade de ela ser única e especial (tô com medo da edição #100), teria sido muito melhor se a história fosse um sonho, e não um vislumbre do futuro.

    Imaginem. A mesmíssima história, do começo ao fim (e sem aquela bobagem de cupidos, porque, né), e aí, na última página, volta para o tempo presente e aparece o celular tocando na casa da Magali: "Amiga, você não vai acreditar no que eu sonhei essa noite...!", mostrando a Mônica sentada na cama, de pijama, lembrando do casamento, que tinha sido um SONHO. E aí a edição termina. Pronto.

    Isso serviria pra abrir um precedente: esse sonho poderia ser um vislumbre do futuro, porque algumas pessoas acreditam nisso, mas o mais normal é que tenha sido apenas um sonho. Será que foi? Rá!
    Outras vantagens: serviria pra matar a bendita curiosidade dos fãs; traria uma edição #50 igualmente bonita, especial e casamenteira; não prenderia ninguém a parzinho nenhum pelas próximas 3896 edições; teria um final engraçado e deixaria um mistério no ar.

    Só acho.

    ResponderExcluir
  32. Bom,eu ainda tenho esperanças que eles fiquem juntos hahaha Pq o futuro não é algo prevísivel,ele muda de acordo com nossas atitudes e etc.Particulamente,eu acho q a ed 50 foi apenas para agradar as(os) pró-Cebola.
    Mas minhas esperanças duram pouco,pq apesar de td a monica realmene gsta do Cebola¬¬ e essas coisas não surgem assim,do nada.Acho que na próxima ed,mt provavelmente,ela vai ficar com o DC,e o chato(mil vezes chato) do Cebola,ai paparicar tds as garotas do bairro,pricipalmente a Irene.Típico.
    Mas,enfim,pra mim essea coisa com o DC e a MO é,pura e simplesmente,marketing.Afinal,as pró Dc qrm ver uma historia assim e as pró Cebola compram só pra odiar msm,pq o ódio também vende.
    PS:Mallagueta,onde você lê as histõrias?Pq eu já li q dsd a ed 25 vc n cmpra mais e eu n acho na net :/

    ResponderExcluir
  33. Bom,eu ainda tenho esperanças que eles fiquem juntos hahaha Pq o futuro não é algo prevísivel,ele muda de acordo com nossas atitudes e etc.Particulamente,eu acho q a ed 50 foi apenas para agradar as(os) pró-Cebola.
    Mas minhas esperanças duram pouco,pq apesar de td a monica realmene gsta do Cebola¬¬ e essas coisas não surgem assim,do nada.Acho que na próxima ed,mt provavelmente,ela vai ficar com o DC,e o chato(mil vezes chato) do Cebola,ai paparicar tds as garotas do bairro,pricipalmente a Irene.Típico.
    Mas,enfim,pra mim essea coisa com o DC e a MO é,pura e simplesmente,marketing.Afinal,as pró Dc qrm ver uma historia assim e as pró Cebola compram só pra odiar msm,pq o ódio também vende.
    PS:Mallagueta,onde você lê as histõrias?Pq eu já li q dsd a ed 25 vc n cmpra mais e eu n acho na net :/

    ResponderExcluir
  34. mallagueta, vc leu online? se sim, tem como me enviar o site? Desde já agradeço.
    Email: thiagodeoli159@gmail.com

    ResponderExcluir
  35. Pepper, me bateu uma pergunta agora (só para lembrar). Se lembra da Turma do Bermudão? Era o Titi, Franjinha, Jeremias e o Manezinho (que não aparece na versão jovem). Eles eram os mais velhos da turma (9 anos, enquanto a turminha tinha 7), fora o Zé Luís e o Teveluísão (13). Já li uma história que era níver da Mônica, na escola, enquanto a Turma do Bermudão entra de penetra e alguém mandam eles saírem por que estavam numa sério mais avançada. E toda vez que vejo o Titi, me pergunto: "WTF? Não era pra ele estar numa série mais avançada, ou já está indo pra faculdade?". Me lembrei da ed. 60, do trabalho em dupla, que é o Titi e o Jeremias, e os dois não sabiam o conteúdo de jeito nenhum. Pode ser, que por causa disso (3 anos mais velhos que a turma!!), tenham é reprovado... 3 VEZES?? Maurício? Oi? E depois disso, também me lembrei que o Franja já terminou o ensino médio. Gente, se for por isso, ele tem a mesma idade da Turma do Bermudão e não estuda mais com eles. Se ele terminou mesmo, ele devia estar na faculdade!! Teve, que, na edição 51, a Mônica PROIBIU os meninos de conversarem com a Sofia, mas o Franja tava lá(página 28)?? Acho que isso, o Maurício percebeu, mas não deve ter corrido atrás, igual ao caso das "três mãos da Marina(52)" e "os dentes da Mônica na Magali (Cascão Jovem)" e etc, que ele percebeu mas não quis consertar! O que você pensa sobre tudo isso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb reparei isso. Parece que eles querem colocar toda a turma junta, mas não percebem que isso gera muitas inconsistências. Realmente fica estranho dois rapazes mais velhos aparecerem junto com os mais novos.

      Excluir
  36. Vc esta totalmente certa é realmente o que ocorre, sei que fica um tedio no ar mas fazer os que eles so ligam para o dinheiro mesmo assim crio varias fantasias de casais NA TMJ mesmo sendo impossiveis de acontecerem algum dia. Mas eu totalmente adorei seu blog um dos melhores que ja acompanhei PARABENS!!!

    ResponderExcluir