TMJ#80: Circo Macabro - Críticas ~ TMJ do meu jeitoTMJ do Meu Jeito

quarta-feira, 15 de abril de 2015

TMJ#80: Circo Macabro - Críticas


E aí, gente? Já leram a ed. 80? Pois é. Parece que a história desse mês foi bastante tensa! Uns adoraram, outros odiaram, teve uma parte que ficou com birra da Mônica...

O tema da história é bom e aborda, ainda que de leve, o tema da discriminação. E também tem a questão de como a Mônica vê a si mesma e sua força. Apesar de tudo, ela quer ter uma vida normal e não ser vista como uma criatura sobre-humana. E em uma sociedade onde mulher TEM QUE ser delicada, fraquinha e meiga, deve ser difícil para uma garota ser o oposto disso.

Muita gente está reclamando porque ela está meio chata e ranzinza nessa história. Bem... ela é a Mônica, certo? Não podemos querer que ela seja meiga e boazinha o tempo inteiro. E cá entre nós, eu também ficaria mal humorada se também fosse obrigada a assistir uma aula de código Morse.

Falando em código Morse, não foi dessa vez que o Cebola conseguiu sua chance com ela. Quase fiquei com pena quando os dois se beijaram na frente dele. Quase.

Parece também que o namoro da Mônica está meio que azedando por causa do jeito não muito convencional do DC. Nós já reparamos isso em edições passadas. Apesar de ser um bom namorado e gostar muito da Mônica, os gostos dele são muito diferentes dos dela e os dois não estão conseguindo encontrar um meio-termo.

E agora ela se sente mal por ele não demonstrar nenhum ciúme, controle ou insegurança. De certa forma, eu entendo o lado dela. As pessoas tendem a achar que ciúme é demonstração de amor. Logo, quem não demonstra ciúme, não ama, não importa, não cuida, não dá valor. As pessoas realmente acreditam nisso e acabam associando a ausência de ciúme descaso e falta de amor. Por isso, apesar de não ter concordado eu entendi a queixa dela.

Por outro lado, parece que ela também anda meio estressada com o jeito do DC de sempre contrariar tudo, ir na contra-mão e achar que tudo o que é diferente é bom. Até me veio à cabeça aquela expressão: “casa com o Che Guevara e depois pede para ele tirar a barba”. Ela o conheceu assim, então devia entender que o jeito de ser dele é esse mesmo. Afinal, ele nunca pediu isso dela.

Mas pode ser que no fundo ela só esteja procurando um meio termo. Eu já tinha reparado que os dois não curtem as mesmas coisas. E também que eles andam fazendo só o que ele quer. Antes era aquele filme ucranoviano chato e quando ela quis ver algo do seu gosto, ele não aceitou. Depois os campeonatos de xadrez. E mesmo ela demonstrando claramente que não estava curtindo, ele insistia em continuar sem importar com ela.

As coisas começam a ficar emocionantes quando aparece aquele caminhão desgovernado. A cena em que a Mônica agarra o caminhão, depois usa um tambor para segurar o veículo numa árvore além de boa, mostrou muito bem que além de forte, ela é atlética e ágil. Sim, eu sinto falta de ver a Mônica demonstrando sua força e agilidade. Também sinto falta da Mônica inteligente e capaz de sair de situações complicadas (tipo a ed. dos campeões da justiça). Acho que de tanto focarem no drama amoroso da personagem, estão esquecendo das qualidades e atributos dela. 

O DC, claro, achou o máximo ver a demonstração de força dela. E o Sr. Dante então nem se fala! Aposto que ao olhar para ela, ele deve ter visto um saco enorme de dinheiro!

Uma coisa que eu não gostei muito foi o DC falar que a Mônica “tocava terror nos meninos do bairro”. Na ed. 53 a Marina falou mais ou menos a mesma coisa, que ela aterrorizava os meninos na infância. Sei lá, mas para mim ficou parecendo que a colocaram no mesmo nível do Tonhão da rua de baixo sendo que ela só reagia as provocações do garotos. A Mônica podia não ser uma santinha perfeita, mas ela também não saia por aí batendo em todo mundo por diversão ou para intimidar como um típico valentão faria.

Quando Sr.Dante a convidou para o circo, ficou mais evidente a tendência do DC de querer as coisas do jeito dele. Quer dizer, o convite foi para ela, não foi? Então ele não podia simplesmente decidir pelos dois passando por cima da vontade dela. Só que mais uma vez a Mônica (tão teimosa e mandona) cedeu porque era uma coisa que eles podiam curtir juntos, finalmente.

Ah, claro, teve a cena em que ela conversava com os pais e muitos devem ter ficado com antipatia dela por causa disso. Mas gente, vamos ser sinceros: quem aí nunca deu ao menos uma resposta atravessada aos pais na vida? É coisa de adolescente querendo mais espaço, privacidade e autonomia. E ela não foi grossa ou estúpida, apenas mais firme e direta. Em momento algum ela desafiou a autoridade deles. Tenho certeza de que se no final eles a tivessem proibido, ela não teria ido. Vamos lembrar que o Cebola tratou o pai dele muito pior do que isso, tá?

No circo, as reações dos dois também foram bem interessantes. O DC estava todo deslumbrado por ver pessoas bem diferentes e fora do normal. Já Mônica não parecia estar curtindo tanta coisa bizarra e diferente de uma vez só e em vários momentos se mostrou contra a violência que foi mostrada no show. E nessa hora nos também vemos como o pessoal do circo é de fato diferente.

Antigamente (não sei se ainda é assim) pessoas muito diferentes ou com grandes deformidades só encontravam espaço nos tais circos de aberrações. Ali elas tinham abrigo, estavam entre pessoas com problemas semelhantes e era tipo uma proteção contra a hostilidade do resto do mundo. Então nesse ponto o Sr. Dante não deixou de ter razão: o mundo hostiliza as pessoas que desviam dos padrões. E de certa forma isso tocou num nervo sensível da Mônica, que mesmo tendo força sobre-humana, quer ser e viver como uma garota normal.

E mais uma vez vemos o DC dando mancada achando que podia responder o convite do Sr. Dante no lugar da Mônica, achando que ela devia aceitar a oferta. Isso sim foi uma total falta de noção. Tipo assim, será que ele nunca pensou que ao aceitar a oferta, ela teria que deixar a família, escola, amigos e inclusive o namorado? Com essa, minha suspeita da postura controladora dele se confirma, porque ele agiu pensando no que faria, não no que a Mônica queria de verdade. Claro que ele não faz por maldade, mas é um defeito dele que está se tornando evidente.

Mas tem uma coisa que o DC falou e já me ocorreu muitas vezes, só que eu pensava ser impressão minha. Ele fala que os meninos implicavam com ela por causa das suas diferenças e analisando bem, ele não deixa de ter razão. A Mônica sempre foi diferente das meninas e não falo só da força física. Ela era gordinha, baixinha e dentuça. Quer dizer, uma menina “fora dos padrões” comparando com as outras. Resumindo: ela não era considerada como uma menina bonita.

Ela insiste que tudo era só molecagem, mas tenho minhas dúvidas. Eu nunca vi os garotos fazendo a mesma coisa com a Carminha, Marina, Denise ou Cascuda. Com a Magali só muito de vez em quando e não chegou nem perto do que a Mônica sofria.

Outra cena que deve ter deixado muita gente com mais raiva dela ainda foi na hora em que ela deu o maior fora no Cebola quando ele tentou falar com ela. O Cebola, coitado, ficou sem entender nada porque não sabia o que estava acontecendo de verdade.

Só que as coisas ainda pioraram quando o Sr. Dante resolveu apelar para a força bruta e colocar a Mônica no seu circo na marra. E explicou que com os divertimentos modernos, o circo não estava rendendo tanto quanto antes. E isso não deixa de ser verdade. Circos grandes e famosos estão se saindo bem porque tem recursos para dar grandes espetáculos e tal, mas os circos pequenos estão lutando para continuarem sobrevivendo.

Era por isso que ele queria que ela se juntasse a eles de qualquer forma, para salvar seu negócio. A cena de luta dela com os integrantes do circo foi muito boa na minha opinião. Ela enfrentou cada um deles e se saiu muito bem. Só não conseguiu derrotar o Telepax porque ele tinha dominado o DC, caso contrário ela teria escapado numa boa.

Sem falar que eu adorei quando o Sr. Dante fez o maior pouco caso do DC, falando o quanto ele era comum, ordinário, sem nada de especial. Para quem passou a vida inteira querendo ser diferente, isso deve ter sido um insulto pior do que xingar a mãe. E de certa forma um tapa no ego para ele cair na real e perceber que no fim das contas, era só um carinha com manias diferentes e nada mais.

No fim, como já estávamos esperando, ela foi raptada pelo Sr. Dante junto com o DC. Nessa parte eu fiquei me perguntando se em momento algum ele pensou que alguém fosse sentir falta dela, mas claro, é uma história e nem tudo precisa ser rigorosamente como no mundo real, senão fica um troço sem graça.

Outra cena bem tensa foi a Mônica brigando com o DC no final porque ela estava presa, foi afastada da família, ia ser obrigada a virar atração de circo e ele ainda levava tudo na brincadeira, como se fosse só uma aventura emocionante. Muita gente também achou ruim dessa parte. Mas eu a entendi muito bem. O DC estava muito sem noção dessa vez, credo!

Ah, claro, não vamos esquecer do chilique do Cebola quando lhe falaram que ela pode ter fugido com o namorado e ficou pensando que era culpa dele que estava pegando muito no pé. Bem... ele vai ter que superar isso na próxima edição se quiser ajudá-la. 

Imagino que muita gente deve ter ficado com raiva da Mônica por causa dessa edição. Vi muitos posts e comentários no face de pessoas que ficaram indignadas com o jeito que ela estava agindo com os pais, o Cebola e o DC. Bem... sobre os pais dela eu já expliquei.

Quanto ao Cebola, ela estava em um momento muito complicado e tenso, não dava para ter sido boazinha com ele. Sobre o DC... convenhamos. Ele pisou na bola dessa vez.

Primeiro: foi basicamente por causa da insistência dele que ela acabou aceitando ir ao circo. E caindo na armadilha. Sem falar que foi para salvar a vida dele que ela acabou se rendendo. Se estivesse sozinha, talvez conseguisse escapar.

Segundo: Ela estava assustada, triste com a possibilidade de nunca mais voltar para casa e ele ainda insistia em dar uma de sem noção, querendo ver alguma coisa boa onde não tinha nada de bom para ser visto.

Terceiro: ele colocou a culpa nela por ter atraído a atenção do Sr. Dante. A fala

“Você é que atraiu o interesse do tal Dante por ser tão diferente”.

Me soou como aquele discurso de culpar a mulher que foi assediada por ter chamado a atenção do assediador com uma roupa decotada.

A Mônica parou o caminhão porque queria salvar a vida do motorista e possivelmente de outras pessoas. Não tinha como adivinhar que o sujeito era mau caráter e ia raptá-la para fazer parte do seu circo. E mesmo que ela imaginasse isso, não teria deixado pessoas se machucarem ou coisa pior por causa desse risco. Apenas não teria ido ao circo, mas certamente ele teria arrumado outra forma de raptá-la porque quando uma pessoa mal intencionada quer fazer algo, ela sempre arruma um jeito de fazer. 

Sabe, no início eu pensei que ela estava sendo um pouco exagerada com o DC ao falar que depois de tudo aquilo ela ia pensar se eles deviam mesmo continuar juntos. Está certo que ele aprontou, mas não fazia sentido ela ter agido daquela forma sendo que tinha perdoado o Cebola tantas e tantas vezes. Mas aí eu me toquei de uma coisa: ela sofreu com o Cebola exatamente por viver sempre perdoando, passando por cima,  dando segunda, terceira, quarta, quinta chance. E ele nunca aprendia, muito pelo contrário. Então é óbvio que ela não podia continuar com essa mesma postura em outros relacionamentos.

Sei, sei, o DC vacilou uma vez só, então nada mais justo que ela lhe dar outra chance. Certo? Não sei. Em geral, quando uma pessoa é forçada a um extremo, tende a ir para outro extremo oposto. Antes a Mônica era tolerante demais, agora está sendo tolerante de menos. Imagino que ela também terá que amadurecer ao longo das edições e aprender a encontrar um meio termo. Não é saudável perdoar TODAS as mancadas e pisadas na bola, mas também não podemos nos tornar extremamente intolerantes a qualquer erro porque ninguém é perfeito e seres humanos sempre erram.

Bom, agora resta saber como vai ficar o namoro dos dois na próxima edição. Uns acham que vai acabar, outros acham que eles vão superar essa crise e continuar juntos. O que eu acho? Hahaha, esperem os palpites da ed. 81 porque se eu colocar aqui, fico sem nada para falar depois e esse post vai ficar muito longo.

Eu já estou fazendo a capa para a ed. 81. Quando ficar pronta, libero os png's.


Para quem quiser outra opinião sobre a história, pode conferir o vídeo do Canal Opinião Turma da Mônica

Jovem

97 comentários:

  1. Não acho que o relacionamento de Mônica e DC esteja azedando. Pelo contrário, isso é uma forma de fortalecer ainda mais os laços de um com o outro. Não sei se você percebeu, mas a Petra quis mostrar três tipos de amadurecimento nessa edição: O do Cebola em relação a Mônica, o do relacionamento de MôxDC e o amadurecimento da própria Mônica, como você disse na sua crítica. Além desses, creio que na próxima edição o DC vai começar a amadurecer também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, falei azedando mais com base no que tinha visto, mas ainda não sabemos o que vai acontecer na ed. 81 e eu deixei isso pros palpites.

      Excluir
  2. ótima crítica,como sempre!Não deixou escapar nenhum detalhe!Aliás,espero que na próxima edição os pais do DC(Nimbão e Keiko)aparecem,porque ele também desapareceu.A mãe só apareceu duas vezes,o pai nenhuma.Boa noite!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, até agora não vimos nenhum sinal dos pais dele e era de se esperar que a Monica fosse na casa deles, tipo pra um jantar ou coisa parecida. Na ed. do mundo do contra, a mãe dele demonstrou aprovar o namoro dos dois.

      Excluir
    2. é bem isso!Mas a mãe dele já apareceu secando o cabelo da Marina na edição 26!Também acho que o Nimbus está feliz pelo namoro do irmão,na edição 34 ele diz que preferia que ela ficasse com o Do Contra!

      Excluir
    3. eu queria que o nimbus apareçece mais em turma da monica jovem ele eh um personagem que pode ser muito aproveitado e ele e Ramona juntos nem mim fale eh a maior fofura

      Excluir
  3. Tomara mesmo que Mônica terminar o namoro com o dc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara mesmo.

      O do contra merece ficar sem a Mônica. A edição 80 foi muito melhor do que eu esperava!

      Petra e sensacional,ela merece ser a roteirista da edição 100 e merece muito mais liberdade que o Emerson pra criar e elaborar as histórias.

      E eu que jurei não ler a edição 80,tive uma bela e agradável surpresa! Adorei muito ver a panca,ego,orgulho e prepotência do do contra serem devidamente reduzidos a substrato de pó. Ele merecia essa humilhação.

      Tomara que a Petra acerte na edição 81 e ponha ponto final nessa relação Mônica - do contra e comece ali a reatar Mônica e Cebola,ainda que ela decida não voltar com ele,pois seria sacanagem demais ela decidir dar o fora no do contra e perdoar ele rapidinho na 81,depois do que ele fez.


      E antes que comecem o monólogo,sei das mil e uma mancadas do Cebola com a Mônica,mas o Cebola nunca colocou a Mônica na situação em que o do contra a colocou nessa edição.

      Excluir
    2. Vinicius, sou do time do Cebola tb, mais você falar que o Cebola nunca colocou a Monica em "perigo" igual o DC nessa edição, ai não concordo. O Cebola já quase acabou com o mundo, mais de uma vez, em umbra ele sabia da verdadeira história e do perigo que carregava, e mesmo assim chamou a turma pra ir pra lá, mentindo para todos só pela sua vontade de se aventurar. A Monica quase morreu por causa dele nessa saga ela foi enterrada "viva". Sou do time Cebola e Monica, sempre fui, mais reconheço total que o Cebola tb ja colocou a vida da Monica em risco várias vezes.

      Excluir
    3. Torço e muitooo pelo amadurecimento do Cebola, e por um namoro lindo da Mo e do Ce.

      Excluir
    4. Repito novamente que as histórias do Emerson não contam por destoar completamente da linha adotada pelos demais roteiristas.

      Excluir
    5. Cara agora vc fala bem da Petra tinha uma época q eu torcia Pela moxce mas espero q os dois não terminem só pra ver gente como vc quebrar a cara.

      Excluir
  4. Esperava que a HQ tivesse um pouco de terror, deveriam ter dado outro nome pra história. Além do mais achei que a Mônica foi injusta com o Dc sobre o ciúme que ele não sente, existem formas mil vezes melhores de demostrar pra alguém que você se importa, pra mim ciúme é a pior das formas.
    Espero que a continuação seja mais ágil e emocionante, mas principalmente que a Mônica perdoe o Dc e se desculpe com o Cebola.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Mega concordo com vc Mally! Parabéns pela critica :)
    Bom eu particularmente fiquei com dózinha do Ce, sou dividida entre Ce e DC mais dessa vez deu uma dorzinha no fundo do coração quando ela tratou o Ce daquele jeito, e quando ele teve o mini infarto com a noticia de que a Mo tinha sumido rs
    Realmente concordo que o DC nessa edição está total sem noção, e olha que curto o personagem, mais nessa edição ele está meio inconsequente. Sabe o que me pareceu? Que ele não estava nem ai pra nada, só pras loucuras dele mesmo. Foi mega sem noção isso, ele nao pensar que estavam sendo sequestrados, não pensar nos pais dele, nos amigos, que ele podia nunca mais ver.
    Na edição 77 que ele conversa com o Cebola falando que desse jeito ele nunca vai conseguir a Mo de volta, da a impressão que ele acha sem graça qnd nao tem com quem disputar pra estar com a Mô. Teve uma outra edição em que ele fala algo assim que qnt mais dificil conquistar ela melhor, mais parece que está curtindo a dificuldade de ter ela do que querer estar com ela porque a ama. Da impressão que ela é um troféu pra ele, eu tenho a namorada mais diferente do mundo e vou exibir por ai nem que isso custe nossa vida. Achei que pisaram na bola com o personagem do DC nessa edição. Logo ele que sempre foi tão sensato, maduro.
    Sobre os pais, tb não achei exagero, td mundo já falou mais firme algumas vezes ainda mais na adolescencia. A Mô sempre foi mto amorosa e sempre se mostrou bem familiar.
    Me pareceu que o Pai da Mo estava pressentindo que algo ruim ia acontecer por isso se mostrou preocupado.
    Enfim, gostei da edição, achei a Mo um pco mais bravinha, mais como você disse, é a Monica ela é bravinha mesmo e tem dias que estamos mais sem paciencia, dias de tpm e tals. Espero ansiosa a 81. Beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. Concordo com tudo, só acrescentando uma coisa: eu achei a história meio "curtinha"... :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb tive essa impressao apesar de ela ter 124 páginas. Eu fui lendo e quando me dei conta, já estava na última página.

      Excluir
    2. Nossa eu tb tive mto essa impressão quando acabou parecia que minha revista estava faltando paginas rsrs

      Excluir
  8. Três palavras pra essa edição: que garota irritante.
    Desde quando a Mônica é tão chata desse jeito? eu sei que todo mundo tem seus defeitos mais foi difícil ler essa HQ por que a Mônica ficou o tempo inteiro discutindo com os outros. Eu esperava muito mais de Circo Macabro, pelo nome pensei que ia ter um toque de terror ou suspense mas só li um monte de DRs de MôDC.
    Sei que alguns devem ter gostado da edição mas pra mim tudo ficou muito meia boca, todos os personagens foram mal aproveitados, inclusive os artistas do circo que só fizeram cena e mais nada, qual a necessidade daquela parte da apresentação deles só pra duas pessoas se logo depois eles mostram o poder de cada um pra pegar a Mônica? Ficou claro desde o início que o Dante obriga aqueles quatro a fazer seu serviço sujo, então por que não explicar isso de uma vez? Aff.
    Coitado do DC que teve que suportar aqueles chiliques, tô começando a achar que ele merece coisa melhor, ou ficar sem ninguém, "melhor só que mal acompanhado" na verdade serve pra Mô também já que ela acha defeito em todo mundo.
    Essa é uma das edições que eu termino de ler e penso nos R$7, 90 que gastei quando na verdade a história vale muito menos, decepção :(

    Recado para senhorita Petra:
    "Petra, colega, desculpa mais assim não tem como te defender, você pegou um tema tão interessante e fez essa lambança, por quê? você se saiu tão bem no começo do ano e eu realmente achei que dessa vez ia ser ainda melhor, ledo engano né!?!
    Eu sei que você não gosta de ser comparada com os outros roteiristas mas assim não tem como, apesar de tudo estou bem ansioso pra edição de maio, esperando que todo o conteúdo que faltou na HQ deste mês seja usado na próxima.
    com carinho, eu. "

    P.S: não gosto de só ficar falando mal das edições de TMJ, mas nesse caso não teve como.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tb achei a Mô irritada além do normal. Ela estava mega sem paciencia, dando patada pra todo lado rs Mas Sobre ela e DC não acho que ele merece coisa melhor, a Mo é uma otima pessoa, acho que o DC que vem sendo meio sem noção. Sobre a história da Petra achei até legal, mais é que acabamos de vir de uma mega saga do Emerson, ai ficamos esperando mais coisas emocionantes e mais respostas e suspenses mais cada um escreve de uma forma. Também esperava um tequinho mais da edição, estou ansiosa pela de Maio.

      Excluir
    2. Eu tb esperava um pouco mais de terror na história por causa do título, mas paciencia. Acho que o objetivo da história era centrar mais nas dificuldades do relacionamento deles por causa de tantas diferenças difíceis de conciliar.

      Agora, por que a Monica não pode se dar o direito de ser chata às vezes? Quando o Cebola fica insuportável, todo mundo perdoa, mas quando é com ela as coisas mudam?

      O objetivo daquele show era fazer com que a Monica aceitasse entrar pro circo. Antes de apelar pra ignorancia, o Dante quis fazer o convite pra ver se ela aceitava espontaneamente.

      É como a Petra falou: quando gostamos de um personagem, fechamos os olhos pra tudo de errado que ele faz. A Monica pode ter sido chata, mas o DC tb pisou bastante na bola e foi por causa dele que eles entraram naquela encrenca.

      Excluir
    3. A Monica acha defeito em todo mundo? O Cebola tb. Lembra da ed. 59 em que ele ficou apontando os defeitos não só dela como o de todas as garotas da turma? Pelo visto, ninguem servia pra ele.

      Eu não vi nenhuma lambança na história da Petra. Lembre-se de que ela faz o que lhe recomendam, com os temas que a direção exige. Ela não tem a mesma liberdade que o Emerson. Se pedem pra ela criar uma história centrada na Monica e no DC, é isso que ela tem que fazer ou fica sem trabalho. Acho que vc deveria ter um pouquinho mais de consideração antes de sair chamando o trabalho dos outros de lambança. Só porque vc não gostou da história, não significa que pode desrespeitar o trabalho da Petra.

      A história não ficou tão boa quanto poderia ter ficado, não explorou o tema como a gente esperava, mas dentro do objetivo (explorar as dificuldades entre Monica e DC) a história foi muito bem sim.

      E antes de falar que o DC merece "coisa melhor", lembre-se de que ele tb tem muitos defeitos e uma tendência a querer as coisas só do jeito dele. Nem a monica é assim, porque ela sabe ceder quando preciso.

      Excluir
    4. Olha, eu sinceramente não entendi porque a Petra resolveu pesar tanto a mão nos defeitos da Mônica nessa história, antes ela nunca dava chilique sem motivo e dessa vez ela esculachou o Cebola só porque ele ligou pra ela, apesar dele ser o personagem que eu menos gosto acabei sentindo pena dele, não tem como relevar, ela chegou a ser injusta e estúpida.
      Chamei a HQ de lambança porque ficou muito trivial, me parece que a edição só serviu de escada pra próxima, por isso espero tanto que a continuação do mês que vem seja no mínimo muito muito boa.
      O DC também errou mas aquilo não fugiu da personalidade dele, nada que uma conversa não resolvesse mas a Mônica achou melhor brigar com ele, tomara que isso se resolva ainda nessa história porque já deu de mimimi de casal, a TMJ não vai perder público se eles se separarem e todo mundo voltar a ficar solteiro, acho que ficaria até melhor.

      Excluir
    5. Ela não deu nenhum chilique sem motivo nessa história.

      Quando o Cebola ligou, ela estava no meio de uma discussão muito desagradável com o DC, que parecia querer empurrá-la pro circo por causa das "diferenças" dela.

      Tipo assim: o DC queria que ela largasse os estudos, família e amigos pra ir atrás de um circo só porquq ele achou isso legal. Em momento nenhum ele pensou no que ela queria, tanto que quando sr Dante fez a proposta, ele se achou no direito de responder por ela. Pode parecer bobeira pra vc, mas pra mim foi um grande desrespeito. Ela tinha razão pra estar zangada.

      E pra piorar, sr Dante ainda fez terrorismo dizendo que não havia lugar pra alguém como ela no mundo, que as pessoas iam hostilizá-la e tal. Mais um motivo pra ela ficar estressada.

      A ligação do Cebola, em um momento inoportuno, foi a gota d'água num copo já totalmente cheio. No fim, ela acabou não aguentando tanta coisa e estourou de vez.

      Excluir
    6. Em uma situação normal a Monica podia conversar com o DC numa boa. Só que eles não estavam em uma situação normal. Os dois foram raptados por um sujeito maluco que queria afastar a Monica da vida dela, familia, amigos, etc. pra explorá-la como atração de circo.

      E no meio daquela dificuldade, ela achando que não ia mais ver a família nem os amigos, o DC ainda levava tudo na brincadeira como se não estivesse acontecendo nada de mais sendo que tudo aquilo foi culpa dele (a Petra deixou isso claro).

      Como ter uma conversa civilizada num momento desses?

      É claro que os erros do DC não fugiram da personalidade dele, caso contrário teria ficado muito estranho. Ele apenas mostrou que é um ser humano como qq outr, que tb erra e vacila. Só que as consequencias daquele erro foram graves pra Monica.

      Excluir
    7. E mais uma coisa que esqueci de mencionar no texto: se eles tivessem saído imediatamente, ela ainda teria chance de escapar. Mas eles acabaram se atrasando por causa dele que insistia em empurrá-la pro circo. Isso deu tempo pra que o Dante e seu pessoal os cercasse.

      Excluir
    8. E bota graves nisso.

      Nem o Cebola com todos os seus mil e um defeitos faria algo parecido com o que o do contra fez com a Mônica, do contra passou de todos os limites nessa edição.

      Excluir
    9. Vinicius, o Cebola já colocou a Mônica em perigo inumeras vezes, alias em Umbra ela quase morreu por causa dele, por ele ter levado eles pra lá mesmo sabendo dos perigos que a cidade escondia.
      Torço muito pela Monica com o Ce, mais sou justa e falar que o Cebola nunca fez o que o DC fez, eu não concordo.

      Excluir
    10. Pelo que lembro o Cebola nunca colocou a Mônica em situação de cárcere privado e sequestro.

      Colocou em outras situações,mas nada comparada ao que o do contra fez.

      Excluir
    11. Olha reveja seus conceitos cara Pq por causa do q o cebola fez a Mônica foi enterrada viva

      Excluir
  9. A Mônica e o DC estão realmente vendo as diferenças um do outro. Na minha humilde opinião eu acho que já estão começando a preparar uma possível volta da Mô com o Cê. Não que seja em breve, mas eu acho q de um jeito ou outro eles acabam juntos. O que acha?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que seria muito estranho acabarem o namoro deles por causa de um único erro do DC, que apesar de tudo não fez por mal e nunca teve a intenção de magoar ou prejudicar a monica.

      Excluir
    2. Eu entendo que o DC claramente não fez nada por mal, só que estou começando a achar que a Mônica está á procura de um namorado sem defeitos (O que obviamente ela não vai encontrar). Para mim, ela ficou tão traumatizada com as mancadas do Cebola que não está tolerando nem um errinho mais.

      Excluir
    3. É como eu falei no texto. Quando uma pessoa vive em um extremo, acaba indo pro outro. Antes ela perdoava tudo e se deu muito mal, então sua tolerancia a erros ficou mais baixa do que deveria. Agora ela vai ter que amadurecer e encontrar um meio termo.

      Excluir
    4. Também acho Lari

      Mesmo que eles não voltem já na edição 81,esse caminho já começa a ser devidamente pavimentado ali mesmo.

      Malle,esse único erro erro do do contra com a Mônica pôs a vida deles numa situação extremamente delicada. Diria que foi muito pior que as mil e uma mancadas do Cebola com a Mônica,pois isso pôs a vida da Mônica em risco imenso graças a sua mania de ser diferente...

      Excluir
    5. Vinicius, que bom que pensa como eu. Eu sou a primeira a defender o Cebola, e sei que esse único erro do Do Contra colocou eles nessa situação horrível, porém mesmo eu achando que o Cê merece ser defendido, o DC não provocou o "Fim Do Mundo", como ele
      Conclusão: Os dois tem qualidades e defeitos. Cabe á Mônica decidir o que é melhor para ela.

      Excluir
    6. Lari,eu desconsidero aquelas edições do Emerson. Elas vão totalmente na contramão da linha adotada pelos demais roteiristas.

      O Cebola do Emerson destoa completamente do Cebola que conhecemos,com todos os seus mil e um defeitos.

      Enquanto os demais roteiristas mostram o Cebola que conhecemos bem,com seus mil e um defeitos, o cebola do Emerson e totalmente desprovido de escrúpulos e sentimentos.

      Excluir
    7. o cebola do Emerson e totalmente desprovido de escrúpulos e sentimentos

      O Cebola chora, se arrepende, preocupa com os outros, reconhece todos os seus erros (até um pouco mais), se sacrifica pra salvar a humanidade, depois se despede da Monica pedindo perdão por ter estragado tudo e lá no outro lado ainda lamenta ter morrido porque queria consertar muitas coisas.

      Ainda assim, ele é visto como um monstro sem sentimento algum.

      Cada vez que um personagem erra ou faz besteira, povo fica com "ain, estão vilanizando o personagem". Sei lá, isso tá ficando meio enjoativo.

      Excluir
    8. Concordo contigo, Mally. Realmente acredito que o Cê tenha mudado, ou que pelo menos não erre tanto como antes. Porque se por acaso ele e a Mô voltarem e ele continuar dando mancadas... Bom, eu sei que todos erram, mas aí já é demais, né? Vou entrar para o time dos que preferem ela sozinha.

      Excluir
    9. Mally,vc não viu os diálogos da Creuzodete e do Xavecao?
      E tampouco a edição 79?

      Se aquilo,não foi um cebola totalmente oposto ao que estamos acostumados na TMJ,então não sei mais o que e...

      Excluir
  10. Pra mim essa história foi tão forçada quanto a edição 68 ! Fala sério, tudo bem que a Mônica é esquentada, faz parte da personalidade dela.. mas faz muitas edições q ela está mais calma e controlada, ela está de TPM nessa edição? E o DC que é sempre tão maduro e até que sábio (coisas que mais admiro nele) se deixar levar por isso...não tenho o que dizer !! Petra não escreveu por criatividade e sim por ordem! Tinha que acontecer isso, isso e isso e saiu essa lambança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só porque ela estava calma em outras edições, não quer dizer que ela tenha acabado com seus defeitos e se tornado a versão feminina do Dalai Lama.

      Não sei por que todo mundo está tão chocado com as atitudes dela sendo que ela sempre foi assim. Se fosse a Magali, todos teriam razão pra ficar surpresos porque a personalidade dela é outra mesmo. Só que estamos falando da Mônica, uma personagem com grande histórico de pavio curto. Isso não deveria ser surpresa pra ninguém.

      Além do mais, todo mundo tem seu dia de chato e isso não tem nada a ver com TPM. Por que toda vez que mulher fica zangada vão logo apelando pra TPM sendo que homem tb tem ataque de fúria e pode fazer coisa muito pior como agredir e matar? Quando o Cebola deu os chiliques dele, ninguém falou nada em TPM.

      O DC pode ser maduro e sábio, mas ninguém disse que ele é perfeito e isento de falhas. Como qualquer um dos 7 bilhões de seres humanos desse planeta, ele tb pode cometer erros. Não é nada do outro mundo.

      Excluir
    2. Amém, alguém que entendeu meu ponto de vista. Todos sabemos que a Mônica é esquentada e o DC é controverso mas são defeitos que apareceram nas outras HQs de uma forma comedida e bem colocada, aqui esses defeitos foram demasiados, a Mônica ficou muito chata e o DC muito intrometido.
      A intenção da história era mostrar que os dois tem defeitos que podem acabar com a relação, mas ficou mal feito, como você disse ficou forçado.

      Excluir
    3. Mally, eu não disse que a Mônica está calma e muito menos uma versão feminina do Dalai Lama, mas que ela está MAIS calma comparada ao que ela é, pode ser mais calma em 1% até 100%. Faz muito tempo que a Mônica vem tentando controlar sua "raiva" e até estava dando certo.. não vimos nenhuma mudança drastica mas ela estava mais controlada, não se deixava levar por qualquer motivo. E falei sobre TPM não foi pela TPM em si, mas sim sobre todos conhecerem a TPM como momentos de estresse, raiva.. quem nunca falou : "ta de TPM, é?" quando algum(a) amigo(a) está meio q fora de si? foi uma simples maneira de dizer. Eu conheço a personalidade da Mônica o suficiente pra dizer se seria realmente as atitudes verdadeiras dela ou quando são forçadas. Ela pode ficar com raiva,ela teve toda razão do mundo pra isso( até porque o DC estava totalmente sem noção MESMO) ... mas ser grossa, rude? Se no começo da HQ aquela discução tivesse continuado seria o tipico "um fala A, outro entende B". E sobre o DC, lembro que uma vez falaram que ele aparecia no gibi só pra dar uma lição de moral, realmente, ele é meio louco das ideias mas nunca foi insano, não é questão de achar ele perfeito e sim inteligente, esperto, sábio, saber equilibrar a realidade com as fantasias dele (mais ou menos mais pra menos), não querendo defender mas, ele pode ser o que for, mas insano, babaca e tolo ele não é, e isso que me deixou mais bolado nessa edição. Por isso achei essa edição tão forçada, eles não estavam em si.
      Por isso não gosto desse namoro, posso até gostar dos dois juntos, mas começou forçado e se terminar, vai terminar forçado. E o Cebola, ningém fala dele porque ele é chato/insuportavel naturalmente e por isso que falamos: é o Cebola fazendo Cebolices. E antes q fale q estou do lado do Dc, que a Mônica está no direito dela, q sou machista, sei lá... não, não sou, até pq sempre fiquei do lado da Mônica épocas atrás, nessa edição não estou do lado de ninguém, como eu falei mil vezes aqui: essa edição foi totalmente forçada e manipulada.

      Excluir
    4. Lucas, concordo com seu texto acima sobre o DC ter sido totalmente sem noção nessa edição, ele foi meio sem limites. Concordo que é humano, e também erra, mais achei muito forçado, foi o que eu disse, NINGUEM é sequestrado e acha muito louco porque é uma aventura surreal. EU AMOOOOOO a Mo mais tb achei forçado o estresse dela nessa edição, estava muito além do normal. Pesaram a mão nos defeitos dos personagens (não sei se era essa a intenção) e criaram um DC que eu pelo menos não conhecia, sempre achei o DC mega centrado, sábio, inteligente, maduro, nessa edição ele foi contra a personalidade madura antes mostrada. Pode ser que ja queiram criar um termino do namoro deles, mas acho que impressionou um pouco o DC fora de si.
      Também concordo que todo mundo tem dias mais chatos, em que está estressado, e tals, e até mesmo de TPM ou de mau humor, mais achei forçado o nervosismo da Mo nessa edição.
      O namoro dos dois eu até gosto mesmo torcendo pelo Ce porque ela (pelo menos até as edições anteriores) parecia muito bem e feliz com o DC, e na revista torço por uma Monica feliz.
      Enfim como já disse eu gostei da história em geral, acho que poderia ser mais bem elaborada mais curti, e estou ansiosa pela de Maio.

      Excluir
    5. Lembra da ed. das stars? Ela estava pior ainda do que agora porque acabou se voltando contra a melhor amiga por causa de inveja.

      Houve muitas edições em que ela ficou chata mesmo e até grossa. Isso não é novidade nenhuma pra mim. Ela pode até aprender a controlar seu temperamento com o passar dos anos, mas nunca vai perder sua personalidade.

      Quanto ao DC, como saber o que realmente faz ou não parte do jeito dele de ser? Diferente dos quatro principais, ele não teve sua personalidade aprofundada. A personalidade do Cebola foi muito explorada, sabemos como ele pensa e por que ele pensa dessa forma. Ele teve conflitos, dúvidas, fraquezas, lutou contra seu ID, etc. Mas e o DC?

      Nunca soubemos por que ele faz tanta questão de ser diferente, nunca o vimos refletir sobre isso com profundidade, ter um conflito real e verdadeiro sobre sua forma de ver. Ele nunca se questionou realmente e nunca pensou como sua forma de ser poderia causar impacto nos outros. Entende onde quero chegar?

      Comparado aos outros, o DC é um personagem raso e antes de namorar com a Monica, quase nunca aparecia na TMJ. Então a personalidade dele não foi realmente aprofundada pra conhecermos os seus defeitos e os tipos de coisa que ele faria ou não.

      Até agora ele tem sido mostrado como um bonzinho, maduro, sábio, etc. mas só porque uma pessoa tem muitas qualidades não quer dizer que tb não possa ter grandes defeitos.

      Não esqueça de que ele ainda é adolescente, está construindo sua propria identidade e não amadureceu completamente.

      Pra mim o namoro deles não começou forçado. Foi algo que aconteceu ao longo do tempo e culminou no fim do concurso quando ela viu o quanto ele era atencioso e se importava de verdade. E na adolescencia muitos namoros acontecem assim mesmo, de repente, por impulso. Já me aconteceu de namorar um garoto que conheci no mesmo dia.

      E pra saber se essa edição foi realmente forçada e manipulada, teremos que saber como irá terminar a ed. 81.

      Excluir
    6. Todo mundo sabe que o DC tem queda por coisas estranhas e fora do comum. Ele não gosta de ver as coisas igual as outras pessoas e sempre quer pensar de forma diferente. Então o que tem de estranho ele achar engraçado ser raptado por um dono maluco de circo?

      Se ele foi capaz de achar que a aventura em Sococó da Ema foi a coisa mais legal do mundo, com entidades malignas querendo exterminar a raça humana, gente sendo enterrada viva, Cebola morrendo e rescuscitando, etc. então é coisa pequena ele achar que um rapto é uma aventura emocionante.

      Acho que o problema aqui é que o pessoal se acostuma tanto com os personagens mostrando o lado bom que estranham quando mostram o lado ruim. E como a personalidade do DC foi pouco explorada, até agora só viram o lado bom dele mas em momento algum pensaram que ele pode ser o tipo de pessoa que leva sua filosofia de vida ao extremo.

      Tem muita gente que é assim mesmo, então ele não fez nada de sobrenatural.

      Excluir
    7. E antes que eu me esqueça, TPM é muito pouco estudada e com sintomas muito variados. Não há nenhum tipo de consenso entre pesquisadores sobre os sintomas que caracterizam a TPM e nem toda mulher tem isso. Eu mesma nunca tive.

      Sim, ALGUMAS mulheres ficam mais irritadas nesse período porque parece que faltam endorfinas no cérebro, um hormonio que causa bem estar. PORÈM, ela não se transforma em nenhum monstro irracional e nem sai matando por causa disso.

      Excluir
    8. Resumindo você concorda e justifica todas as mancadas da Mônica na história, mas isso me fez lembrar de todas as edições em que o Cebola fazia papel de babaca e todos entravam no consenso de que ele era um ridículo egocêntrico, que as justificativas dele eram idiotas e que seria melhor pro mundo se a Mônica desencanasse dele de uma vez.
      Talvez seja uma coisa de ponto de vista mesmo, desde as primeiras edições a Mônica era colocada como a heroína, aquela que morreria pelas pessoas que ama, enquanto o Cebola sempre aparecia com aquele papo de dominar o mundo e os planinhos toscos que quase nunca davam certo.
      Todo mundo sabe que a Mônica tem duzias de defeitos mas no final de cada história era ela quem salvava o dia, quando ela fazia uma burrada ou era grossa no fim ela pedia desculpas ou coisa assim, não tínhamos motivos pra deixar de gostar dela.
      Mas o contrária acontecia com o Cebola, ele era sempre o chato e metido, nas histórias como o dono do mundo, o caderno do riso, conflito de gerações etc ele sempre foi pintado como um idiota.
      Por isso é o contrário, sabemos que o Cebola tem dúzias de qualidades mas só nos lembramos dos defeitos.
      Agora fiquei com essa dúvida, a Mônica sempre tem motivos pra ser "imperfeita", e o Cebola?

      Excluir
    9. Vc fala que depende do ponto de vista e depois fala como a Monica era grossa mas depois pedia desculpas e/ou salvava o dia. Então vc mesmo já respondeu sua pergunta sobre o por que de eu justificar as mancadas da monica e não as do cebola.

      Qual é a diferença entre as imperfeições da Monica e as do Cebola? Simples: as imperfeições da Monica nunca causaram o fim do mundo.

      O problema do Cebola era que ele errava, magoava as pessoas e nunca aprendia com seus erros dentro de uma ou duas edições fazia tudo de novo.

      Colocando em números, ele vacilou mais do que a Monica e a única justificativa dele era aquele papo bobo de derrotá-la pra só depois namorar.

      Agora, é bom lembrar que não sou eu quem faz os roteiros da TMJ, nem quem o coloca como vacilão e a Monica como heroína. Eu só leio e faço as críticas com base no que vejo.

      Excluir
    10. Esqueci de falar uma coisa: na ed. 79 o Cebola quase detonou o mundo e mesmo assim eu justifiquei as atitudes dele, explicando que era por causa da máscara. Mesmo em Umbra eu meio que o defendi alegando que apesar de tudo, ele não tinha intenção de fazer mal a ninguém. Sem falar dos posts que eu criei falando que ele não estava agindo como um vilão e nesses posts eu agi em defesa dele. Nem a Mônica ganhou essa atenção de mim.

      Excluir
    11. As edições do Emerson não contam. Aquilo não deve nem ser levado em conta e tampouco a sério.

      As edições da Petra,Cassaro e demais roteiristas e que batem com a linha da TMJ e de seus personagens. As do Emerson destoam clamorosamente dessa linha.

      Excluir
    12. Na verdade,a pose de maduro do do contra nada mais e do que isso mesmo: apenas pose pura.

      Essa edição revelou a verdadeira personalidade do do contra: um moleque imaturo que faz pose de maduro e diferenciado para mascarar toda sua imaturidade.

      Nessa edição,ele teve seus defeitos postos a vista de todos,nem se preocupou em colocar a vida da garota que diz amar em perigo imenso por causa de sua mania de querer ser diferente.

      Excluir
    13. Só lembrando que a Mônica aceitou ir no circo porque ela disse que era um programa que os dois poderiam curtir juntos, o DC não a obrigou a ir. Ele tomou muitas atitudes erradas mas ela também, os dois foram responsáveis pelo sequestro, a própria sinopse da história dizia que a personalidade dos dois colocaria o relacionamento deles a prova.

      Excluir
    14. Mas foi o do contra que fez que fez pra ela ir a esse circo...

      Se ele não tivesse insistido nisso,eles não teriam se metido na enrascada que se meteram.

      Portanto,e responsabilidade total do do contra mesmo.

      Excluir
    15. Na verdade, Kevin, o responsável pelo sequestro foi o Sr. Dante.

      Excluir
    16. Óbvio né, quis dizer que os dois foram pro circo em comum acordo, a Mo jogou a culpa no Dc e ele fez o mesmo mas um não obrigou o outro a ir até lá.

      Excluir
    17. Mas o DC insistiu pra que eles fossem ao circo e até respondeu ao convite passando na frente dela. E a própria Petra diz que a culpa foi dele por causa dessa insistência.

      Excluir
    18. Exatamente Incompreensivelmente Eu e Jéssica Chaud.
      Mally, sobre a edição das Stars eu acredito que a Mônica se sentiu esfaqueada pelas costas, sua melhor amiga ''tomando'' seu grande sonho e elas nem conversaram depois da grande notícia, e ainda teve a Denise interesseira ON no meio disso tudo. Além da insegurança dela de não ter contado que queria participar pra Magali. A Mônica não tentava se controlar naquela época, era ela mesma doe quem doer. E realmente, não se pode mudar a personalidade de alguém, mas se pode controlar os grandes defeitos de tal personalidade , coisa que vemos a Mônica tentando faz tempo. Nessa edição vimos uma Mônica da época das Stars , quantos anos isso? e porque você não comparou a Mônica da edição 69,70, 71? porque teve que ir lá pra edição 18 pra achar uma Mônica sem controle de sua raiva? Pois é.

      E quanto ao DC é exatamente isso o que você falou, nós só o conhecemos como o personagem que gosta de contrariar, MAS, nas TMJ que ele apareceu (todas a própria Petra que escreveu) ele se mostrou um cara maduro, TODAS, até nas Ed 29, 30. Porque mudar o perfil de uma cara contrariador, mas maduro.. por um babaca insano que só fala bobagens? Do nada? Sem nenhuma explicação ou edição anterior mais aprofundada? Parecia um Do Contra de um universo alternativo onde só cresceu e por dentro ainda era uma criança. Compara a edição 36, 69 com a 80. Vai parecer o mesmo personagen? a mesma personalidade? Apesar de fazer muito tempo, eu me baseio no Do Contra das edições 29 e 30, pois foram as unicas edições aprofundadas nele. E claro, tudo envolvendo um UNICO ROTEIRISTA, todas as edições dele feitas por uma unica pessoa. Agora entende porque achei tudo forçado?

      E sobre eles irem ao circo , não é culpa do DC, a não ser que na ed 81 o DC assuma que sabia de tudo e queria que a Mônica fosse capturada p ficar rico junto com o Sr. Dante. Não seria culpa do seu amigo se ele te chamasse p sair e lá vocês fossem assaltados, se ele te chamasse pra uma boate e ela pegasse fogo. No final de tudo você foi, não foi? ninguem sabia que iria acontecer . Ele pode ter insistido, mas ela concordou porque seria um programa que os dois poderiam curtir, aposto que se ela gritasse um não , ele iria parar. São escolhas erradas que até nós fazemos no nosso dia a dia e não é culpa de ningém porque não prevemos o nosso futuro.
      Gente, Tudo que postei aqui é apenas meu ponto de vista, meu modo de ver e entender . Não estou sendo grosso com ninguém muito menos querendo arranjar confusão. Se aqui nós podemos comentar é porque podemos dar nossa opnião.

      Excluir
    19. Sabe o que eu acho, o responsável pela tmj deve ter falado pra Petra "olha, quero uma história em que a Mônica e o Dc brigam por causa de suas diferenças, se vira aí com o roteiro" e ela teve que dar seu jeito.
      Isso acaba ficando meio chato pq essa Mo e Dc não são os que a gente conhece, a Mo nunca teve preconceito com quem é diferente e o Dc nunca decidia as coisas pela namorada, ele sempre dizia que respeitava as decisões dela.

      Excluir
    20. Lucas, a atitude da Monica na ed. das stars foi irracional, porque se ela tivesse parado um pouco pra pensar, teria lembrado de que a Magali só a ajudou, esquecendo até de si mesmas.

      E a Magali tentou conversar com ela sim, mas ela não quis saber de conversa nenhuma e ficou virando a cara pra amiga durante um tempão. A Denise pode ter atrapalhado algumas coisas, mas se a Monica fosse até a casa da Magali pra conversar pessoalmente, ela não teria condições de impedi-la.

      Eu citei essa edição exatamente pra mostrar que ela não ficou com raiva somente nessa edição. As pessoas agem como se ela nunca tivesse ficado com raiva hora nenhuma, fosse sempre calma e ponderada, o que não é verdade.

      Comparar com a Monica da ed. 71 não faria nenhum sentido porque ela sequer apareceu. Na 70 ela até que foi bem paciente com o DC e na 69 ela não teve nenhum ataque de raiva pelo que me lembro.

      E como a personalidade dele nunca foi aprofundada, isso dá a Petra um pouco mais de liberdade pra acrescentar outras coisas sem desviar do que ele é de verdade. Ele apareceu marido em outras edições porque isso foi necessário a história. Mas quem disse que ele foi maduro na ed. 30? O fora que ele deu na Monica não pareceu muito maduro pra mim. E aquela atitude de querer tudo do jeito dele tb não.

      E na ed. 70 ele até que estava bem chatinho pro meu gosto, ainda que moderadamente. E na 72 ele não queria respeitar as preferencias da Monica, ela precisou dar um baita chega pra lá nele. Sem falar que ele continuava meio chato nessa história querendo ir comer na lanchonete do cinema só porque achava lindo pagar o dobro por um pacote de balas.

      E bem... se a Petra disse que foi culpa do DC, vou ficar com a opinião dela, já que foi ela quem escreveu a história.

      Excluir
  11. É, Incompreensivelmente... Os defeitos do DC eram conhecidos e não deram prejuízo à Mônica, exceto uma vez, quando ele não quis namorá-la "em nome de seus ideais"... E ficou chorando sozinho depois (TMJ 30). Ele mesmo disse: _ Sou o Do Contra, Mônica; Gosto de tudo a MEU MODO. Numa dessas é de se perguntar: o que vale mais para ele? O amor da Mônica para com ele, os sentimentos dele para com ela, ou sua posição filosófica acima de tudo?
    Quando Mônica pensou que ele estava mostrando ciúmes por ela ter passado o feriado com o Cebola em Sococó, lá vem ele dizendo que estava era frustrado por ter perdido aquele agito todo. E ao longo de toda essa história, ele parece não ter percebido que Mônica, assim como os outros três, não se metem em aventuras/encrencas por gosto. Dá a clara impressão que ela trocaria isso tudo por uma adolescência normal, igual aos outros.
    Vejamos como a história acaba na próxima. Sugeri três opções:
    1 - Mônica perdoa o DC (como tantas vezes ela fez com o Cebola) e os dois continuam o namoro.
    2 - Mônica não perdoa o DC e retoma o namoro com o Cebola.
    3 - Mônica não perdoa o DC e não reata com o Cebola. Assim a fila dos interessados nela anda mais uma vez. Tomando por base a última página da TMJ 34, aposto no Tikara como primeira opção e no Felipe como segunda. Pra ficar com o Toni ou Titi, o melhor é ela voltar pro Cebola.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcos acho que eles ainda não terminam não, mais pode ser que já estão criando uma ponte para que isso aconteça futuramente. Também fiquei com essa duvida do que realmente importa para o DC, se ele realmente ama a Mo, ou está com ela porque isso tem um peso enorme sobre sua identidade, no caso namorar uma menina diferente das outras.
      Acharia legal (mesmo torcendo por um Cebola maduro e um namoro dos dois) aparecer outros meninos da "fila" da Mo, pra ela se interessar, o Tikara seria muito show tb.
      Em geral eu gostei da edição, e estou ansiosa pela de Maio.

      Excluir
    2. Mas dessa vez Marcos,os defeitos imensos do do contra deram um batia prejuízo pra Mônica pois colocou ela em uma situação extremamente arriscada pois ela correria risco de jamais ver seus pais e amigos de novo.

      Excluir
    3. Vinicius, ao que parece a Petra seguiu a regra dos escritores/roteiristas neste caso. Então a Mônica finalmente deu o merecido pé no sentador do Cebola e se engraçou com o Do Contra. Claro que no início só vemos tudo maravilhoso na pessoa amada, mas o tempo vai cuidando de fazer os defeitos aparecerem e começarem a incomodar.

      Diria que foi um tanto brusco o modo, mas creio que não estão com saco de inventar histórias intermediárias para ir mostrando os defeitos surgindo aos poucos até chegar na situação da história de agora. Digamos assim: vamos aos finalmentes. Agora a Mônica viu que o Do Contra tem um jeito de ser que a colocou nessa situação arriscada.

      Claro, nós leitores sabemos que vão sair dessa, mas eles, personagens, não sabem... Ficamos agora na espectativa: será que Mônica vai romper ou brigar ou exigir um tempo em relação ao DC e, pelo menos, dar um abraço no Cebola e lhe propor que retomem a amizade? Só o mês de maio dirá.

      Excluir
    4. De fato seguiu.

      E acredito muito que a Mônica irá mesmo romper com o do contra,pois ela já demonstrou estar de saco cheio das manias do cara e do jeito dele.

      Mas a reconciliação com o Cebola ainda irá demorar,mas mesmo que isso só aconteça na edição 100,o que e bastante provável,o pontapé inicial deverá ser dado na edição 81,com o rompimento da Mônica com o do contra.

      Excluir
    5. Também acho que a Petra não teve muita liberdade pra seguir o que ela queria não. E sobre ela terminar com DC e ficar com Cebola acho que ainda não vai acontecer (por mais que eu torça pelo Ce). Se por um acaso, eles Mo e DC terminarem acho que vão planejar um retorno Mo e Ce mais pra frente somente, talvez na edição 100 mesmo.
      Será que o Cebola vai ficar um pouco ressentido com o ponta pé que a Monica deu nele? Talvez até ajudar a salva la mais dar um desencanada depois?
      Achei meio forte o jeito que ela falou com ele.

      Excluir
    6. Vinicius acho q ela eo dc não vão terminar na próxima edição tenho quase certeza de que ela vai perdoar o dc e afinal apesar de tudo Pq já fez isso mil e uma vezes com o cebola quer dizer o Primeiro erro do cara e vcs já querem colocar ele na fogueira, mas com o cebola e suas cebolices ninguém lembra todo mundo perdoá

      Excluir
  12. Não me surpreendi tanto com a atitude da Mônica com o DC, é como já foi dito antes, são humanos. Nem sempre irão reagir da forma esperada. E nesse caso, Mônica tem lá sua razão. quanto ao término, acredito que ainda vai demorar um pouco mas também pensei sobre estarem preparando essa ''ponte''.

    ResponderExcluir
  13. Você se esqueceu de reclamar que a edição não brilha no escuro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse tipo de capa deve ser restrita para o mês onde se comemora o dia das bruxas... para tristeza dos evangélicos.

      Excluir
  14. Uma coisa interessante falando do Do Contra e que mostrou na edição de como ele é manipulador , sempre querendo tudo do jeito dele , não aceita os programas que a Mônica Propõe e ainda tentou convence-a a ficar e fazer parte do circo e depois quando não foi correspondida a vontade , ele acabou se deixando atacar pra ela ser forçada a ficar , tanto que a Mônica questionou ele por não ter usado as tecnicas ninja que ele sempre se vangloriou de ter e que foi muito util na edição 77 e do nada ficou ali parado deixando se dominar ... e lembrando que ele ja tinha feito isso na edição 36 tentando melar uma possivel volta do Cebola com a Mônica , e ainda sempre que o Cebola tava por perto agia de forma contrária a ele , sendo maduro , responsavel , calmo e compreensivo pra impressionar a ônica , tanto que depois que ele se afastou ele começou a agir de forma mais babaca , enfim só uma visão do que percebi nele , e sabia que ia ocorrer algo assim ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vitor,vc pensou o mesmo que eu!!!!

      Excluir
    2. Do Oscar Wilde: ética é o que fazemos quando os outros estão nos olhando. O que fazemos longe da vista dos outros chama-se caráter.
      Bem, o Do Contra soube usar o seu oportunismo e manipulação em cima da Mônica para conquistá-la. Se não souber usar disso para fazer a Mônica feliz, então vai seguir o mesmo caminho do Cebola...

      Excluir
    3. E ele não está fazendo nada pra fazer a Mônica feliz...

      Portanto,da mesma forma que ele a conquistou,irá perdê-la...

      Ironias do destino...

      Excluir
    4. E se pensar do mesmo jeito que o Ceola : o Cebola perdeu por causa da sua obsessão em querer derrotar , e o Do Contra por tentar ser diferente
      e ja tinha se ferrado na edição 30 por isso , e o Ninbus ainda o avisa ... agora é ver como vai terminar a edição 81

      Excluir
  15. Sua crítica está sensacional.Mas seria legal falar tipo da parte da Mônica chamando os personagens do circo de monstros por eles serem diferentes (se não me engano pg 67)não gostei disto.Esta edição fez parecer que a Mônica não gosta/aceita ser diferente,ou melhor parece até um pouco implicante com esse tipo de coisa.Outra coisa que achei interessante ressaltar é a forma como mostraram os personagens mostrando de forma um pouco exagerada seus defeitos.Claro esse era praticamente o assunto principal mas achei um pouco apelativo. E quanto ao término eu acho que essa Ed.foi tipo uma iniciação para isso,já que o universo sabe que no final a Mônica fica com o Cebola e tals(ed 50 tá de prova)eles só estavam tentando que isso acontece se só que de uma forma menos forçada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não achei que foi apelativo. Acontece que faz muito tempo que não vemos a Monica cabeça quente e esquentada. E quanto ao DC, a personalidade dele nunca foi realmente aprofundada pra sabermos quais são seus defeitos.

      Excluir
    2. Chamar os pessoal do circo de monstros foi a única coisa que me fez ter um pouco de antipatia da Monica mesmo. Só não falei porque isso ia deixar a crítica mais longa ainda porque eu ia escrever demais.

      Mas se a gente for olhar melhor, até que dá pra entender porque toda vida ela sempre foi zoada e de certa forma discriminada exatamente por ser diferente das outras meninas. Isso acaba ficando na cabeça da pessoa, entende? Ainda mais que na nossa sociedade, as pessoas acham que menina tem que ser sempre meiga, delicada, jeitosa, etc. e ela nunca foi nada disso.

      Aposto que se ela fosse um garoto, teria aceitado essa força muito melhor porque todos acham que homem tem que ser forte mesmo.

      Excluir
  16. Maria Vitória, o grande problema é que nunca fomos educados a olhar os "estranhos" como iguais ou como gente com os mesmos direitos. Quando é mesmo que se começou a política de dotar os prédios públicos com rampas ou elevadores para os cadeirantes? Nos meus tempos de escola isso nem se passava pela cabeça. Os "diferentes" tinham de ter "escolas especiais" só para eles. Até certo ponto acho isso plausível no caso de retardo mental.

    Mas o fato é que quando topamos com algo que não estamos acostumados a ver, sempre estranhamos no início... até que conheçamos essas pessoas.

    O lance é que "diferença" está virando meio de vida. Contou-me uma prima minha que um pai, junto com seus filhos no MacDonalds, olhou de travessado para dois rapazes que se beijavam na boca no maior love. Pra que! Agora ele está sendo processado por homofobia. É. Agora homossexual não precisa mais trabalhar: pode viver de indenizações por considerar que foram "vítimas" de discriminação. E qualquer coisa serve de desculpa para isso.

    Quanto à Mônica e o caso em questão, será que a missão do gibi é divertir ou ensinar o politicamente correto?

    ResponderExcluir
  17. Se uma pessoa discrimina outra ela deve ser processada sim, mesmo que a pena a cumprir seja pagar uma indenização que nem de longe substitui um salário, eu mesmo nunca conheci alguém que vive de indenização.
    Quanto à HQ, tmj nunca foi politicamente incorreto nem por isso deixei de me divertir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é que as pessoas de hoje não conseguem se acostumar ao fato de não poderem mais destilar seu preconceito como faziam antes. Elas acham que é normal ter preconceito, discriminar, olhar atravessado, etc. e sempre se sentem vitimizadas quando são forçadas a arcar com as consequências disso. Acham que todo mundo tem que respeitar a "opinião" delas, sendo que elas não conseguem respeitar quem não se encaixa em seus padrões.

      Eu tb nunca vi ninguém vivendo de indenização, ainda mais que aqui no Brasil a justiça é super lenta. Uma pessoa assim morreria de fome com certeza.

      Excluir
    2. Pra mim, quem discrimina alguém tem mais é que ser processado mesmo. Se não pode aprender a respeitar numa boa, então aprende na marra.

      Excluir
    3. No exemplo que citei, dos rapazes no maior love, qual teria sido a discriminação? E se fosse um casal comum e o dito pai também olhasse de travessado? Afinal o que queriam nos dois casos? Para mim seria puro exibicionismo e mais nada. Agora querer processar alguém por achar ruim...
      É gozado que no Julgamento de Nuremberg, um dos réus, Alfred Rosemberg, era o nazista que se dizia pensador, o filósofo do partido. Publicou vários livros altamente aborrecidos e pretensiosos, onde defendeu as ideias racistas do nazismo. Os promotores gastaram horas infindáveis tentando provar que tais livros foram importantes para a formação das ideias do nazismo. E pior ainda fez a defesa do réu na tentativa de refutar tais argumentos. No final foi uma defesa inútil, pois o tribunal decidiu que ninguém deveria ser processado por motivo de pensamento.

      Penso que discriminar implica em coisas como agredir física e/ou verbalmente, recusar atendimento, determinar que se deixe certo local, etc. Se o que as pessoas "estranhas" fazem é o mesmo que as "não estranhas", não há motivo algum para serem discriminadas.

      Porém parece que caminhamos para a discriminação politicamente correta: você tem que aceitar os comportamentos dos "diferentes", mesmo que sejam inadequados, e se reclamar é processado. Troca-se uma ditadura por outra.

      Excluir
    4. Vc entra num lugar, não mexe com ninguém, tá só cuidando da sua vida e de repente alguém começa a te olhar atravessado. Vc vai se sentir confortável? Que direito essa pessoa tem de olhar atravessado? Vc tem tanto direito de estar ali quanto ela, não tem?

      E onde duas pessoas do mesmo sexo se beijando é inadequado? Há algumas décadas atrás, um casal inter racial tb seria inadequado. Quem decide isso? E qual é o seu direito de reclamar delas? Só porque vc acha que algo é inadequado, não quer dizer que o resto do mundo seja obrigado a seguir esse conceito.

      Não, pessoas de sexo diferente não recebem olhares atravessados por trocarem afeto, a não ser que eles estejam realmente passando dos limites, o que é outra história. Se o pai de um deles olhar atravessado, é porque é pai, tem algo a ver com a vida deles.

      Um estranho que não tem nada a ver com a vida deles, não paga as contas e não tem direito de dar pitaco na vida deles não tem que ficar olhando atravessado. É muito desagradável, sabe?

      Vc não tem que concordar com os comportamentos diferentes, mas respeito é fundamental e olhar atravessado, ficar fazendo cara feia, reclamar, etc. não tem nada de respeitoso. Se a pessoa não está fazendo mal a ninguém, então ela tem sim o direito de viver a vida dela independente do que os outros pensam a respeito.

      Aliás, se mais pessoas cuidassem da vida delas ao invés de querer defecar regras na vida dos outros, o mundo teria muito menos guerras e conflitos.

      Excluir
    5. O engraçado é que esse negócio de coisa inadequada foi imposta pela religião, mas quem discrimina quase sempre nem frequenta a igreja ou até leu a bíblia, já os que são realmente cristãos dizem que só estão seguindo a religião, mas esquecem que apesar da bíblia discordar dos gays "pederastas como está escrito" não há trecho que diz que eles devem ser renegados ou destratados pela sociedade.
      A homossexualidade é um pecado assim como traição ou inveja, nem por isso os invejosos e traidores são agredidos por isso.

      Excluir
    6. Quem decidiu que homossexualidade é pecado? E ainda é colocada no mesmo nível da traição e inveja? Sério mesmo que amar uma pessoa do mesmo sexo é igual a trair?

      Não. Simplesmente não. Pare. Agora.

      Excluir
    7. Segundo a bíblia mally, entenda o contesto do parágrafo please.
      tenho maior respeito pelos gays.

      Excluir
    8. A homossexualidade é um pecado assim como traição ou inveja, nem por isso os invejosos e traidores são agredidos por isso.

      Foi mal, mas vc colocou como se fosse sua opinião, especialmente o ultimo paragrafo.

      Excluir
    9. Mas não é, caso encerrado, até mais.

      Excluir
    10. Então da próxima vez, fale direito o que é sua opinião pessoal e o que não é. Isso descomplica muitas coisas.

      Excluir
    11. Mas essa Mally gosta de uma treta viu, é quase uma barraqueira.

      Excluir
    12. Sabe, Mally, acho que você não percebeu a ditadura do politicamente correto. Tá, não tô nem aí se duas bichonas se beijam, andem agarradas no maior love, mas porque tenho de ter a OBRIGAÇÃO de gostar disso, não olhar me incomodar, achar que tudo é normal, ficar quieto e, se as duas bichonas notarem desgosto no meu olhar, então elas têm o direito de me processar por isso?

      Houve tempo em que respeito e decoro eram tidos como normas de boa educação. Agora em nome de uma suposta liberdade, outro então tem de perder a sua. Está extinta então aquela frase que diz que a liberdade de um termina quando começa a liberdade de outro, certo? Só se pode agora falar a favor da homosexualidade e coisas afins. Falar contra é homofobia e dá cadeia... Quer dizer: certas opiniões são permitidas por serem politicamente corretas; já o que contrariar isso... Uma pena.

      Excluir
    13. Na verdade na bíblia diz que não há nível de pecado. Ser gay não é pior ou melhor que trair, apenas é considerado pecado.

      Excluir
  18. Estou começando a ficar preocupado. Amanhã já é dia 22 e nada de capa da edição 81.

    ResponderExcluir
  19. EMERSONN!! Cadê você?Eu simplesmente amo suas histórias,as da Petra são até legalzinhas mas as suas são as melhores.Já disse que Umbra nunca vai sair da minha cabeça?E agora que eu sei que aquela saga de Sombras do Passado era o começo de uma super-saga-fim-de-mundo eu estou enchendo a paciência de responsáveis para comprar Umbra e a ed 78.As histórias da Petra estão bem chatinhas,se posso falar.Quando eu ver A Brigada dos Ossos Cruzados vou ver se ela realmente sabe fazer uma saga boa.Não levem isso pra ofensa,pois eu amava as histórias da Petra até virar esse Mô/DC/Cebola/Mô/DC/Cebola

    Rainbow Dash e Fluttershy

    ResponderExcluir