CBM#19 - Muito além do anzol: críticas ~ TMJ do meu jeitoTMJ do Meu Jeito

sábado, 4 de abril de 2015

CBM#19 - Muito além do anzol: críticas

Capa CBM 19


Confesso que já era para eu ter feito a crítica da ed. 19, mas sei lá... a história não me empolgou muito. Já foi melhor no passado.

À medida que eu fui lendo, tive a impressão que eles faziam referencias de histórias do Chico quando era criança. Pelo menos foi o que me pareceu. Lembram da ed. colorida da Mônica, Lembranças? Nessa história, fizeram referencias das histórias mais marcantes da Mônica. Parece que na CBM 19 tentaram tipo fazer a mesma coisa, só que de outro jeito.

Só que dessa vez ficou algo assim, meio desconexo. Eles saiam de uma situação e entravam em outra assim de repente. Não sei se foi proposital ou não, mas a história ficou bem nonsense para mim.

Mas talvez tenha sido essa a intenção, narrar uma típica história de pescador cheia de casos estranhos, maluquices e coisas que ninguém acreditaria. Tudo começou com eles sendo engolidos por uma cobra gigante e terminou numa nave alienígena onde tinha o Chucl Norris dentro de um pote gigante que no fim os ajudou a lutar contra um robô para que eles pudessem fugir.

E depois disso tudo, eles não puderam contar nada para ninguém porque as pessoas sempre assumem que pescadores são mentirosos e ninguém acredita nas histórias que eles contam.

No caso do Chico, eu lembro de muitas histórias dele onde aconteciam as coisas mais absurdas e ninguém acreditava, o que dava a ele fama de mentiroso. Lembro de uma onde ele falou que atravessou um rio de piranhas, fugiu de uma onça, do saci e de sei lá mais o que. No fim a Rosinha não acreditou e deu um fora nele. Daí a história acaba com ele dando uma bronca em todo mundo falando algo tipo “viram o que você me arrumaram?” tudo em sotaque caipira, claro. Eu rachava de rir com essas histórias.

De qualquer forma, as situações que os três se meteram foram bem engraçadas. Zé Lelé com sua falta de noção, Zeca se comportando como típico rapaz da cidade grande e o Chico tentando tirar todos daquela confusão. E parece que teremos aventuras diferentes dessa vez porque o Chico está de férias e vai passar um tempo no sítio, o que pode ajudar a variar um pouco das histórias na faculdade.

Mas ainda assim... antes eu bem que estava gostando das edições do Chico, mas ultimamente as histórias tem andado assim meio fraquinhas e o elemento sobrenatural/sci-fi/fantástico não está ajudando muito.

E ainda tem o caso da Rosinha que deixou muitas coisas no ar. Sei que o foco é o Chico, mas uma ou outra edição focada nela não vai matar ninguém e acrescenta mais variedade a história.


Pelo menos a Fran não apareceu nessa edição. Antes ela era indiferente para mim, eu via apenas como uma personagem feita para se interessar pelo Chico criar disputa do Vespa com ele, etc. Mas agora ela tem andado muito chatinha para o meu gosto e essa insistência em querer ficar com o Chico mesmo ele tendo deixado claro que não quer nada com ela já está incomodando. Mas enfim... vamos ver se nas próximas edições eles melhoram as histórias.

Capa CBM 19

Parece que na próxima edição ele vai voltar ao passado, nos tempos do rei Arthur e vai correr o risco de ser queimado por bruxaria. Bem, a história parece que vai ser legal, talvez um pouco diferente. Quando vi a segunda capa, imaginei que aquele podia ser um ancestral dele, mas achei que a mulher era a cara da dona Marocas.

Capa CBM 19
Capa CBM 19



Também mostraram outra imagem de alguém que parece ser o Chico beijando uma garota que definitivamente não é a Rosinha. Já tem gente de cabelo em pé por causa dessa foto, mas eu acho que deve ser o ancestral dele. É bem capaz de nessa edição ele meio que se envolver numa história de romance do seu antepassado, tipo ajudando ele a conquistar o coração da mulher amada, mas talvez os pais dela não aceitem esse relacionamento (ela rica, ele pobre. Muito original) ou exista outro interessado (talvez um nobre com o bolso cheio de grana). Tipo essas coisas. Aí ele vai ter que resolver esse problema, já que pode afetar seu nascimento e de quebra evitar ser queimado vivo.
  
Aqui tem a crítica do Canal Opinião Turma da Mônica Jovem e parece que a CBM desse mês também não agradou muito:

5 comentários:

  1. Eu achei a edição 19 um pouco corrida (e até um pouco confusa), a parte mais legal pra mim foi quando a nave alienígena apareceu pois foi inspirada na graphic do Gustavo Duarte "pavor espacial".

    ResponderExcluir
  2. Eu dei uma estranhada na crítica pequena, mas entendi o porque. Concordo que as histórias do Chico andam deixando a desejar, motivo pelo qual vim direto ler a crítica (e não ler a história primeiro) como costumo fazer. A própria capa da edição não me atraiu, vou ler, claro, mas pelo costume. Talvez a próxima seja melhor e compense as outras... Vamos ver.

    ResponderExcluir
  3. Eu até gostei, ficou bem nonsense e de propósito. Para o que tinham pretendido (acredito eu), ficou bom.

    Mas, realmente... acho que o Chico Moço deu uma "caída". As histórias estão excelentes, mas não no mesmo nível de antes. O tom gostoso de edições como a #5 (primeira semana) ou #7 (bicos, amei aquela história) não está mais nas últimas edições, só a #18. Mas achei que os roteiros da Petra (da balada, da Anna) ficaram ótimos, bem realistas.

    ResponderExcluir
  4. Cade as críticas a de 80 da TMJ?
    Quando sai?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai sair no dia 15. Assim dá tempo pro pessoal ler.

      Excluir