Nostalgia: Ed. 32 - Cuidado com o que deseja ~ TMJ do meu jeitoTMJ do Meu Jeito

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Nostalgia: Ed. 32 - Cuidado com o que deseja


Enquanto eu ainda não leio a ed. 73, gostaria de fazer a crítica da Ed. 32 que fiquei devendo. Afinal, elas estão meio que relacionadas, não estão?

Nessa história, para quem já sabe, as pessoas começam a entrar em contato com os gênios, andróides feitos para servi-las e fazer vários tipos de trabalhos. E o sonho do Cebola é conseguir um desses gênios para formar seu exército de dominação mundial. Sim, porque viagem pouca é bobagem.

Mônica, inicialmente, não gosta da idéia de usarem robôs no lugar de humanos. Para ela, são apenas máquinas desajeitadas, nada mais. Ela achava até um absurdo ver pessoas tratando essas máquinas como se fossem gente. Mas Magali pensava diferente, porque ela acreditava que era possível tornar um robô humano caso a pessoa projetasse sua humanidade nele. Bem... creio que a questão é um tanto mais complicada do que isso. Estamos falando de robôs que só seguem uma programação pré-estabelecida ou de seres que tem consciência, autoconsciência e sentimentos? Pois é.

E parece que todo mundo estava aderindo a moda dos gênios, até o pobre rejeitado Xaveco. Tadinho, só assim para alguém dar atenção a ele!

Mas sabe... teve uma coisa que Magali falou e eu achei muito chato, talvez até machista. Ela disse que ia procurar o namorado dela antes que ele resolvesse recorrer a um desses gênios. É tipo aquele discurso culpando a mulher pelas puladas de cerca do namorado. Quer dizer, se ela não fizer seu “papel” direito, o pobrezinho terá que procurar outras e tudo será culpa dela. Não deu para concordar com essa parte, sinto muito.

Querer ficar com o namorado por prazer, porque gosta da companhia dele e quer ficar junto é uma coisa. Achar que TEM QUE ficar com ele para não ser trocada por outra é muito diferente. Isso vale para todo o resto. Devemos fazer as coisas por amor, porque queremos fazer e sentimos prazer em agradar, não para prender o garoto. Fica a dica, meninas.

Voltando a história, Cebola decide trabalhar como entregador de jornal para poder comprar um desses gênios e começar seu exército. Mas vem cá... por que seu exército imaginário era composto apenas por modelos femininos? Bem... não é a toa que a Mônica desistiu dele e ficou com o DC.

Essa história mostrou a questão do envolvimento entre humanos e robôs. Enquanto Cebola aprendeu a ver a temperamental Brisa como pessoa, Mônica estava indignada por vê-lo passeando com ela porque a via somente como uma máquina, tipo um laptop ou celular.

Confesso que a Mônica estava mesmo enchendo o saco, mas ele também foi bastante tosco com ela, sempre mostrando aquela atitude de quem pensa só no próprio umbigo. Era por isso que ele queria um gênio, para ficar pensando somente nele. E depois de ter sido tão estúpido com a Mônica, ele ainda teve a cara de pau de ir pedir ajuda a ela sem se importar se tinha ou não ferido seus sentimentos.

Bem, claro que a Mônica acabou ajudando porque ela não consegue guardar rancor e após refletir melhor, aprendeu a ver Brisa como uma pessoa e não só como máquina. Então Cebola bolou um plano, humilhou um pouco a Mônica, resgatou a Brisa de um riquinho esnobe que a usava para lutar com outros gênios e tudo teria acabado bem se ela não tivesse fingido perder a memória, deixando-o muito triste. Agora fico pensando como a Mônica deve ter se sentido ao ver o garoto de quem ela gostava chorando por causa de outra.

Eu achei a história legal apesar de ter sido centrada no Cebola e não adianta gente, eu não consigo gostar dele. Quando começo a simpatizar um pouco, ele faz mais uma das suas cebolices e tudo volta a estaca zero.

Acho que fazendo as contas, o Cebola fez mais pela Brisa em uma única edição do que pela Mônica em vinte. Por acaso alguém aí já viu ele correndo atrás da Mônica do mesmo jeito que fez com a Brisa quando ela estava sendo levada embora pelo novo dono? Quantas vezes ele fez planos tão mirabolantes e elaborados por ela? Pela Brisa, ele estava disposto até a trabalhar de graça! Há até quem diga que ela foi o segundo amor dele, depois da Mônica. E não duvido nem um pouco. Bem, chega de falar do Cebola.

O que me chamou a atenção nessa história foi algumas semelhanças com um anime chamado garotas marionetes, que passava no canal pago Locomotion. Nesse anime, a história se passava no planeta Terra II. Há trezentos anos atrás, uma nave caiu nesse planeta e somente três homens sobreviveram. Como não havia mulheres, eles tiveram que ir clonando os homens e para substituí-las, eles criaram as marionetes, que eram robôs em forma de mulheres que faziam diversos trabalhos.

Só que esses robôs não tinham sentimentos e nem personalidade. Mas tudo muda quando o personagem principal, Mamiya Otaru, encontra três marionetes diferente de todas as outras, pois elas tem consciência, personalidade e vontade própria, agindo como se fossem humanas apesar de serem robôs. Então a história gira ao redor dos quatro, seu relacionamento e confusões.

Uma delas, chamada Lime, tem a roupa levemente parecida com a da Brisa. Muito levemente, mas quando vi a Brisa pela primeira vez, fiz a associação na hora. Outra semelhança são aquelas bolas na cabeça, que eu nunca soube para que servem. Pelo menos no anime elas não tinham objetivo, pelo que eu me lembro. Pode ser que na Ed. 74 elas signifiquem alguma coisa. E não, eu também não sei por que ela usa a calcinha por cima da roupa. Mas enfim, foi um anime muito bacana.


Da mesma forma que a Ed. 32, esse anime também abordava a questão de como as pessoas viam as marionetes, que para a maioria eram apenas bonecas sem vida. As três marionetes de vez em quando tinham problemas porque apesar de terem sentimentos, eram vistas apenas como robôs pelas outras pessoas. Teve um episodio, já na reta final do anime, em que elas foram andar de trem e o maquinista não quis deixar porque elas não eram humanas.

Em outra passagem, uma delas ficou muito amiga de um rapaz de circo, que se apaixonou por ela. Então um dos seus colegas de trabalho comentou que se ela não fosse robô, poderia casar com ele.

A Ed. 32 tocou um pouco nesse assunto e em como seria nossa relação com os robôs caso eles ficassem muito inteligentes e até capazes de ter sentimentos. Nós ainda seríamos capazes de vê-los só como robôs? Seria certo estabelecer uma relação com um ser que no fim das contas é só uma máquina? Seria certo substituir relacionamentos com pessoas reais por essas máquinas apenas para não ser contrariado? Afinal, as relações humanas são muito complexas e nem todo mundo consegue aceitar isso. É difícil conviver com as pessoas e aceitar suas diferenças. Então o mais fácil seria apelar para um desses robôs, que nunca irão contrariar, fazer passar raiva, errar, discordar... bem complicado, não é?

Bom, parece que a Brisa voltou na Ed. 74, mas eu ainda não tive a chance de ler. Mas pelo que me disseram, vai ter de novo aquele maldito mimimi de Mônica com o Cebola, então é melhor eu ir preparando meu estômago desde já.


11 comentários:

  1. Podia me indicar um link para assistir online o anime?

    ResponderExcluir
  2. Adorooo a ed. 32 e tenho certeza que vou adorar a 73
    BJS Mallagueta vc é mt criativa mal conheci seu blog e ja estou adorando!
    ((:B

    ResponderExcluir
  3. Mallagueta, essa esfera que fica no alto da cabeça dos gênios é a esfera mestre. Ela não pode ser colocada a mais de 30cm de distância da cabeça, senão o robô é cancelado e para de funciona. Alguns gênios a colocam em outros locais pertos da cabeça, para se parecer com os humanos.

    ResponderExcluir
  4. Mallaguet, qual é o modelo de postagem que você usa? Por favor me responde que eu to precisando muito!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O template do blog foi achado na net, mas eu fiz muitas alterações pra adaptar ao blog. Aqui vc acha vários templates pra usar. Mas pra fazer grandes alterações, tem que conhecer html, css e um pouco de javascript.

      Blogger Templates

      Excluir
  5. Oiiii Mallagueta eu sei que é chato e eu morrooo de vergonha mais, vc poderia visitar meu blog por faorrr!!
    <3 /http://tdtmjovem.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Mallagueta, vc irá fazer um post comentando sobre os Teaser do Emerson Abreu que estão fazendo mó sucesso no Facebook? Seria interessando ver sua opinião e análise de como elas se juntariam ou teriam uma ligação! :D

    ResponderExcluir