O Cebola é um vilão? ~ TMJ do meu jeitoTMJ do Meu Jeito

terça-feira, 24 de março de 2015

O Cebola é um vilão?



Sabe... Ultimamente tenho visto muitos leitores reclamando que estão transformando o Cebola em vilão, colocando-o como um canalha, cafajeste, etc. Será? Bem... Primeiro vamos a algumas definições. O que é um vilão?

Em filmes, livros, HQ’s, desenhos, séries e similares, o vilão é aquela pessoa do mal que faz de tudo para acabar com o herói e destruir/dominar o mundo e similares. Claro que não há uma única definição porque existem vários tipos de vilões nas histórias. Por isso, vamos nos voltar somente para o mundo da TMJ porque no geral é meio difícil definir os vilões, que podem ser bem complexos. São muitas variações que não caberiam aqui.

Na TMJ, o vilão geralmente é a pessoa que tem um objetivo e para atingir esse objetivo, é capaz de fazer qualquer coisa sem nenhum princípio ético. Um exemplo é a Cabeleira Negra que estava com o mal do espaço e para conseguir a cura, ela estava devastando e saqueando planetas com grande ferocidade, inclusive massacrando seus habitantes.

No Chico Moço, tivemos o Dr. Spam que queria construir seu ideal de mundo perfeito, mas para isso pretendia fazer tipo uma lavagem cerebral nas pessoas para torná-las suas escravas. Outro exemplo é a Bruxa Viviane que para “ajudar” sua filha, quase roubou as características principais dos quatro. 

Em alguns momentos, o vilão age pensando estar fazendo o certo, como o Dr. Tenma que na ed. 44 sem querer se aliou ao bandido porque achava que tudo seria melhor se usassem suas invenções no lugar de pessoas. Mas tem aqueles que são conscientes do que fazem como o Capitão Feio. Ele é mau, sabe que é mau e sente prazer em ser mau. Com Agnes e Penha é a mesma coisa.

Também tem a Berenice, talvez o vilão mais simpático que apareceu na TMJ porque parecia uma doce velhinha e depois mostrou que só queria mesmo destruir o mundo. Ela é um exemplo de pessoa boa que passou por uma grande dor/perda e acabou descambando para o lado negro da força.

Com tudo isso, o que podemos concluir? Na TMJ o vilão tem interesses e para atingi-los é capaz de fazer qualquer coisa sem nenhum tipo de ética, empatia pelas pessoas e respeito as leis. No geral, ele não se importa como seus atos podem afetar as outras pessoas e o planeta. Não importa se poderá ferir, prejudicar ou magoar as outras pessoas.

Qual o sentido dessa explicação? Fazer uma pergunta: baseado em tudo o que foi dito, vocês realmente acham que a MSP está transformando o Cebola em vilão?

“Ain, mas ele pisou muito na bola com a Mônica!”

Isso não o torna um vilão. Pode torná-lo um idiota, cretino, zé ruela, mas vilão nunca.

“Ain, mas ele dava de cima das outras garotas”

O Titi mais ainda e nem por isso os leitores o vêem como vilão.

Eu não estou querendo defender o Cebola, mas acontece que diferente da maioria dos vilões, ele fazia as besteiras sem intenção de magoar ou ferir. No caso de Umbra, se ele soubesse que tudo aquilo poderia acontecer, não teria feito aquela viagem. Um vilão faria de qualquer jeito sem pensar nos outros. E diferente dos vilões, era capaz de reconhecer seus erros e assumir sua culpa.

E quando seu relacionamento com a Mônica foi para o vinagre, ele enxergou seus erros (muito facilmente até) e assumiu a responsabilidade por eles. Ele realmente se arrependeu do que fez, reconheceu que Mônica tinha razão em ter acabado tudo e ficado com o DC. Se o Cebola fosse mesmo um vilão, estaria planejando uma forma de se vingar dela e isso não está acontecendo, muito pelo contrário. Tudo o que ele quer é recuperar sua confiança e reatar. Um vilão também não faria isso.

“Ain, mas estão mudando a personalidade do Cebola!”

Não. Desde os gibis o Cebola é aquele moleque sem noção que vivia fazendo planos para derrotar/humilhar a Mônica e se tornar dono da rua. Ele sempre entrava em conflito com ela. Então não faz sentido esperar que esses conflitos tenham sido resolvidos só porque ele cresceu.

Por não ter superado esse passado, ele foi o que menos amadureceu entre os quatro. Magali aprendeu a se controlar com a comida, Cascão resolveu a tomar banho e até Mônica passou a controlar melhor seu temperamento para não sair dando sopapo em todo mundo que a contrariava. Já ele apenas parou com os xingamentos, planos e pichações nos muros. Mas tirando isso, ele ainda provocava, alfinetava e também pisava na bola várias vezes. Totalmente normal considerando o passado dele.

Estranho seria se ele aparecesse totalmente amadurecido, sensato, bonzinho e perfeito sem nenhum tipo de explicação.

Também tem outra coisa: Grande parte dos gibis era centrada no conflito entre os dois, planos e coelhadas. Quando resolveram fazer a TMJ, eles tiveram que levar esse conflito para a versão jovem, mas sem os insultos e sopapos. Ainda assim, tinha que ter conflito, problemas, drama, questões mal resolvidas.

E como nos gibis os conflitos partem do Cebolinha na maior parte das vezes, então eles quiseram fazer o mesmo na TMJ. Seria muito estranho se, de uma hora para outra, eles transformassem a Mônica na parte problemática da relação sendo que nos gibis ela sempre esteve numa boa com ele (mas o contrário não era verdadeiro).

Ah, claro, tem a parte de Umbra onde falam que ele é ganancioso, manipulador, etc. e por isso atraiu a Menina do Lago. Mas isso também não o torna um vilão. Se defeitos e falhas transformassem a pessoa em vilã, então a Mônica também seria uma.

É bom lembrar que o Cebolinha dos gibis queria se tornar dono da rua e para isso fazia planos para derrotar a Mônica, algumas vezes humilhá-la (porque não basta apenas vencer, o outro tem que perder) e sempre envolvia os outros garotos nesses planos sem pensar que todos podiam apanhar no final. Mas como ele conseguia instigar os garotos a persegui-la e fazer planos? Se pensarmos bem, não há razões para garotos como Franja e Titi aprontarem com ela. O mesmo acontece com o Xaveco e o Cascão. Se eles tomavam parte dos planos, era porque o Cebolinha dava um jeito de manipulá-los, talvez com a conversa de que a rua seria melhor se ele fosse o dono. Alguma coisa familiar?

“Ain, mas ele ficou muito malvado depois que colocou a máscara!”

Sim. Mônica, Cascão e até a Magali também ficaram. As mascaras da Berenice parecem tirar a humanidade da vítima e quaisquer sentimentos que elas possam ter pelas outras pessoas. Só que diferente dos quatro, a máscara do Cebola ampliou sua inteligência de tal forma que o tornou capaz de questionar o comando da Jumenta. Afinal, alguém que quer ser um líder e dominar o mundo jamais aceitará ser um mero seguidor. E sem nenhum tipo de consciência, remorso ou empatia pelas pessoas, seu lado ganancioso falou mais alto. Simples assim.

O Cebola tem um lado negro e na saga dos monstros do ID isso ficou bem claro quando Soranin falou que ele tinha muito mais maldades em seu passado do que a Mônica. Ele mesmo reconheceu que nunca foi santo.

Mas ele também tem um lado bom e que ao longo dos anos foi se sobressaindo. Apesar de tudo ele é boa pessoa, preocupa com os outros e quer ajudar. Em muitas edições ele mostrou que é capaz de pensar nos outros, ter empatia e consideração. Um vilão não faria tal coisa e caso fizesse, seria visando somente o próprio interesse.

E finalmente, a Petra já falou que ele está passando por um processo de amadurecimento. Geralmente as pessoas não amadurecem da noite para o dia. Leva tempo, costuma ser sofrido, com muitos tropeços e recaídas. Pelo menos ele já saiu da fase “canalha”. Bom... pelo menos eu espero, né...

Por tudo o que falei, minha opinião é simples: ele não está sendo vilanizado. Mostrar os defeitos de uma pessoa por si só não quer dizer que ela está sendo apontada como vilã. Ele é protagonista, faz parte dos quatro principais. Mesmo que cometa erros e seja mostrado como um babaca, ele dificilmente será um vilão de fato.

Talvez ele possa ser visto como um anti-herói, não sei. Mas vilão com certeza não é. 

E se formos pensar bem, esse personagem está sendo até mais trabalhado do que a Mônica. Estão explorando mais a personalidade dele, dando profundidade e complexidade. O que a Mônica do futuro já fez? Camarão na moranga. O que o Cebola do futuro fez? Pois é. Bem ou mal, ele mostra ter mais impacto no futuro do que a própria Mônica. Estão explorando a personalidade dele mais do que a dela. Medos, conflitos, defeitos, sonhos, angustias... é um personagem que está percorrendo um caminho para melhorar e progredir. Um caminho cheio de erros e tropeços, mas também tem progressos e avanços. Nem a Mônica está recebendo essa atenção.

36 comentários:

  1. Bom... Mas o cebola tem o perfil quase perfeito de um vilão.
    Ganância. Sede por poder.Ele quer dominar o mundo!! Tem coisa mais clichê?
    E na saga umbra, ele sabia das aberrações. Sabia os riscos. Ele mesmo admitiu isso!
    E mesmo assim levou a turma para o perigo.
    Ele sempre usou tudo e todos em benefício próprio para chegar onde queria, coisa e tal.
    Para mim, ele é um tipo de semi-vilão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu diria que ele é mais um anti-herói, porque apesar de tudo não tem a intenção real de ferir e machucar as pessoas. Ele podia até saber dos filhos de Umbra, mas não sabia que as coisas podiam ir tão longe a ponto de quase destruir o mundo. Imagino que ele deve ter achado que era um risco calculado e que não seria tão perigoso assim.

      Ou então achou que ia fazer a reportagem e enfrentar os fantasmas sozinho. Ele só tirou a proteção de sal das janelas depois que a turma saiu, assim ele ia enfrentar os filhos de Umbra sozinho. Se fosse mesmo um cara mau e egoísta, teria feito isso com a turma inteira dentro de casa pra não se lascar sozinho.

      Excluir
    2. Concordo.

      Na verdade,quem está transformando o Cebola em um vilão e o tal do Emerson Abreu e isso e o que desagradou profundamente a muitos,inclusive e particularmente eu. Não apreciei nem um pouco isso que ele vinha e ainda vem fazendo.

      Espero muito que ele e a Mônica finalmente reatem e que o Emerson nunca mais seja o roteirista das histórias em que Mônica e Cebola tomem parte ou sejam os protagonistas,porque se na edição 100 da TMJ além dele ser o roteirista dessa edição histórica e houver a consolidação da Mônica com o mala do Do Contra e a ruptura definitiva dela com o Cebola,transformando ele definitivamente em vilão,paro de comprar e acompanhar a TMJ,ficando apenas com a Turma Clássica dos gibis.

      E isso falo sério.


      Mônica e Cebola Forever!!!!
      Do Contra Never!

      Excluir
    3. Vc não leu nada do que eu escrevi, né?

      Excluir
    4. Li sim.

      Mas e fato que enquanto os demais roteiristas seguem a risca esse processo de amadurecer o Cebola,o Emerson vai na direção totalmente oposta,piorando mais os defeitos do Cebola,transformando ele praticamente em um vilão.

      Excluir
    5. Ele ainda continua errando, mas está amadurecendo. Ninguém é perfeito, ele é humano (mais ou menos, mas vcs entenderam). Na ed. 77 (que não é do Emerson, mas do Cassaro, que tb ajudou a iniciar o namoro de Docônica), o Cebola ficou alfinetando todo mundo e ninguém reclamou.

      Na ed. 79, desculpa... mas não tem nada a ver.

      Excluir
  2. Boa, Mally! Post maravilhoso! Realmente há muitas pessoas que questionam sem perceber a realidade do assunto.

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post Mally!
    eu nunca tinha visto por esse lado, mais eu acho que o Cebola não é um vilão! ele pode ser um chato,arrogante,imaturo,mimado,manipulado,irresponsável....mais mesmo assim ele é muito fofo!
    eu acho que ele ser cheio de defeitos não faz dele um vilão!

    Mais quanto ele voltar com a Mônica acho que agora não rola não! eu torço pra que les voltem, mais agora não! ele tem que ser mais maduro(e falta muito pra essa creatura crescer!) o que ele tá passando é só o começo!

    ResponderExcluir
  4. Dando uma de chato como sempre, Mally, diria que a sua análise não foi ao cerne da questão.
    O que acontece é que a maioria dos roteiristas da MSP apresenta-nos um Cebola como estamos acostumados a ver. Certo, ele tem os defeitos de ser orgulhoso, vaidoso, egoísta, etc e tal, mas dentro dos limites de uma pessoa aceitável para o convívio em comum.
    Tendo em mãos um Caderno do Riso, via nele um instrumento para fazer "um mundo melhor". Ele não teve escrúpulos em usar aquele caderno contra a moça de quem gosta.
    Agora que finalmente levou uma rasteira dessa mesma moça e tomou consciência de que a perdeu para si próprio, pelo seu jeito e modo de ser, então ele está repensando isso. Pode-se ver claramente essa nova forma de pensar lá na Academia de Ninjas.

    O Emerson, entretanto, está nos apresentando um OUTRO Cebola. Conforme descrito pela Creuzodete, ele tem orgulho, vaidade, egoísmo e ganância extremamente exacerbados. Algo que na própria Umbra se contradiz, quando ele se oferece em sacrifício para salvar a situação. Desde quando alguém com todas aquelas péssimas características seria capaz de um gesto deste?
    E agora vem aí uma mega saga, onde o Cebola vira ditador, conquistador, e tem tamanho poder manipulador que fez os sentimentos de amor e afeto virarem pó sem mais aquela.

    Então, Mally, é isso que não está casando: os outros roteiristas trabalham com o Cebola original e o Emerson simplesmente construiu um gêmeo maligno para uso próprio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na ed. 48 ele foi mostrado como um maluco que não superou a frustração de ter perdido a garota amada e por causa disso detonou a humanidade com os nanitas. Essa história NÃO foi escrita pelo Emerson. Tb não foi o Emerson quem o fez dar tantas mancadas com a Mônica. Mas na ed. 51 e 52 (histórias do Emerson), o Cebola apareceu como um cara legal e preocupado com a Mônica. Na ed. 63 ele tb foi bem bacana.

      Não vejo outro Cebola nas histórias do Emerson. Os roteiros são aprovados pelo Maurício. Se ele aprovou essa forma de mostrar o Cebola, então não deve estar tão longe assim da personalidade dele. Lembre-se de que foi ele quem criou o Cebola e portanto decide qual é sua personalidade.

      Só porque uma pessoa tem defeitos exarcebados não significa que não tenha qualidades, como eu falei muito claramente no meu texto. Ninguém é 100% bom ou mau. Existe uma proporção de ambos em cada pessoa que pode variar dependendo do indivíduo.

      Falar (e talvez dar muita enfase) dos defeitos do Cebola foi necessário pq o personagem precisava ter consciencia desses defeitos e suas consequencias pras pessoas ao redor. Quanto mais jovem uma pessoa, mais fácil de mudar. Esses defeitos podem não ser tão dominantes agora, mas poderiam ser no futuro se nada fosse feito.

      Então não tem nada de sobrenatural ou absurdo o Cebola ter se sacrificado pra salvar o mundo. Estranho seria se o Capitão Feio ou Cabeleira Negra tivessem feito isso.

      Excluir
    2. Mas foi com o Emerson que essa aberração de fazer do Cebola um vilão tomou essas proporções dantescas. Destoa demais do resto.

      Sinceramente,se fosse eu o Maurício,demitiria o tal Emerson no ato ou no mínimo nunca mais deixaria ele fazer os roteiros das histórias que envolvam o Cebola ou o tenham como protagonista.

      Excluir
    3. Concordo em muito com o Marcos e em parte com vc Mally.

      Excluir
    4. Vamos ao "xis" da questão: o Cebola está em um processo de amadurecimento, ele pode errar. Errou na ed. 77, na ed. 76... mas está amadurecendo, aos poucos. Ninguém é perfeito.

      Na ed. 79 era a máscara da Berenice, então ninguém vem usar essa edição como argumento, por favor.

      Excluir
  5. Pelo que entendi do caso dos nanitas, o Cebola pretendia fazer um sistema para manter os dito-cujos sob controle e assim não agirem independentemente. Como ele próprio admitiu, o seu erro foi que esse computador central saiu do controle exatamente por tê-lo feito com as características da Mônica, inclusive suas mágoas e frustrações. Algo que na realidade seria muito implausível, mas era uma licença poética para dar sentido à história.

    As mancadas do Cebola com a Mônica, como lembrei lá do caso do Caderno do Riso, eram sua "marca registrada". Ele ainda vivia seu sonho de infância de um dia vencer a Mônica, de mostrar-se melhor do que ela, e na sua arrogância, deixou de perceber o quanto isso a magoava. Só se dar conta disso quando levou o pé dela no seu sentador.

    Não sei o que levou o Maurício (ou a Mônica - a de carne e osso) a darem endosso a essa situação. Talvez o Emerson tenha lhes mostrado a carta que guarda na manga e isso os agradou. Mas na situação atual, a coisa está de fato muito estranha.

    Certo, todos nós temos defeitos e qualidades, mas enquanto outros roteiristas estão retratando um Cebola a caminho de um melhoramento pessoal, o Emerson está indo na direção contrária. Ou então não está enxergando as cores das tintas com as quais pinta o personagem. Não consigo compatibilizar o Cebola descrito pela Creuzodete com o Cebola capaz de sacrificar sua própria vida e com o Cebola apresentado pelos outros roteiristas em histórias mais recentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com vc Marcos.

      Esse tal do Emerson me desagradou profundamente,esse cara vai arruinar a TMJ,será que o Maurício vai continuar a permitir que o sujeito acabe com a TMJ?


      Essa mega saga não pode mais continuar,se derem prosseguimento,anotem ai: A TMJ dará seus passos mais firmes ladeira abaixo,será o final dela.


      Maurício vai mesmo permitir que o tal do Emerson em sua birra pessoal com o Cebola,acabe definitivamente com a TMJ?

      Excluir
    2. í gente, parem com isso, eu acho o Emerson um roteirista exelênte!
      aliás as melhores histórias da TMJ são dele! como é o exemplo das: 51,52,63,74,75,76. agora se vcs tão falando da ED 78 e 79 ,
      bom! agora acho que entendi porque, foi po causa do final né? a Mô casada com o DC.

      eu acho que ele não tem birra nenhuma com o Cê, quem tem é a Petra!
      PS: sou Cebônica

      Excluir
    3. Krislane,e notável que o Emerson tem birra com o Cebola.

      A Petra e mil vezes melhor que ela não tenta piorar o Cebola e seus defeitos,mas sim corrigir eles pro cara amadurecer,assim como os demais roteiristas. Enquanto o Emerson vai totalmente na direção oposta.

      As edições 71 e 73 foram as melhores do Cebola,após o rompimento com a Mônica,bem melhores que as edições em que ela e o Do Contra foram protagonistas. Isso mostra porque Mônica e Cebola e muito melhor que Mônica e Do Contra. Mostraram um Cebola arrependido e consciente dos erros que cometeu e que foram responsáveis pelo fim do relacionamento entre ele e a Mônica e disposto a corrigir tudo isso.

      Excluir
    4. pra mim o Cebola ainda tem que sofrer mais um pouquinho! pra amadurecer de vdd
      sou Cebônica tbm!

      adoro o Cebola mais isso não tira o fato dele ser um mané,vacilão,imaturo!
      ah: quem fez Docônica ficarem juntos foi o Emerson ou a Petra??

      Excluir
    5. Nunca falei que o Cebola era santo.

      Mas a Petra segue o mesmo caminho dos demais roteiristas procurando fazer o Cebola amadurecer e deixar se ser tão mane e vacilao,ao passo que o Emerson vai literalmente na contramão,piorando mais ainda os defeitos do Cebola.

      Este e o ponto.

      Excluir
    6. O Emerson piora ou apenas ressalta os defeitos do Cebola? Lembre-se de que todo roteiro precisa da aprovação do Maurício. E o Maurício, pelo que sei, foi quem criou o personagem.

      Se o Emerson retratasse o Cebola de forma errada ou muito distante da personalidade dele, o Maurício não aprovaria o roteiro.

      E nas histórias do Emerson, o Cebola tb se arrepende, amadurece e procura consertar seus erros. Por que essa parte é sempre ignorada?

      Excluir
    7. Mas na edição 79 isso não acontece.

      Tudo bem que se arrepende,mas as histórias do Emerson mostram o veneno dele para com o Cebola,como aquele dialogo do Xavecao mostra claramente.

      Excluir
    8. Na ed. 79 o Cebola estava sob o efeito da máscara!! Não era ele!!
      Assim como Mônica, Cascão e Magali também estavam nas eds. 75 e 76!!

      Ninguém percebe isso??? :P

      Excluir
    9. Marcelo já respondeu muito bem. Sem falar que tudo aquilo foi um relato do Xavecão sobre um futuro que ele vivenciou, mas que agora está mudado.

      E sobre o efeito da máscara sobre quem usa, eu falei sobre isso em outro tópico que vc já deve ter visto.

      Excluir
  6. Não me leve a mal Mally, mas antes você falava mal do Cebola e agora, por esse texto, meio que "defende" ele? Curti muito o post e concordo bastante com ele, amo seu blog, mas essa dúvida bugou meu cérebro... Se puder responder e tirar essa "dúvida", agradeço muito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não estou defendendo o Cebola, apenas discordando da idéia de que os roteiristas da MSP o estão transformando em vilão. Tem diferença. E pra rebater esse argumento, eu precisei citar as qualidades dele que são mostradas na história pra provar que ele não está sendo vilanizado pq é capaz de fazer coisas boas e agir pensando nos outros mesmo que isso signifique sacrificar a si mesmo.

      Excluir
    2. Ok então... Vlw por responder e tirar minha dúvida ;)

      Excluir
    3. Mally, na verdade não são os roteiristas, mas UM roteirista que está destoando dos outros. É aquilo que já tentei lhe mostrar antes que é a contradição do Emerson com o que ele próprio coloca numa história e "descoloca" em outra. Se a personalidade do Cebola é aquela que Creuzodete descreveu, então o LÓGICO seria esperar que ele agisse conforme ela o pintou. Mas se ele age diferente, como você mesmo diz, ele faz coisas boas e até se dispõe a sacrificar sua própria vida, então ele NÃO PODE ser aquilo que a Creuzodete descreveu. Há uma clara contradição aqui. É isso que eu gostaria que você entendesse.

      A mesma coisa acontece quando na discussão que tive com ele sobre a Mônica dizer à Denise que só ficava com o Cebola por pressão da turma. E o Emerson me lembrou que lá na TMJ 52 ela dizia que o amava. Mas afinal quando é que o Emerson está dizendo ou se desdizendo? Se a Mônica amava o Cebola, então NÃO ficava com ele por pressão dos outros. Parece até que o Emerson não lê e relê o que escreve... Será por falta de tempo?

      Excluir
  7. Cebola Não é vilão é só um mané mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um mane vacilao xavequeiro mas de ser vilão ele é imune ainda

      Excluir
    2. ele não é volão! nem mané ele só é : chato,arrogante,imaturo,mimado,manipulador,irresponsável,egoista,vacilão,mulherengo,cabeção por aí vai...... mais ele é muito fofo =3

      Excluir
  8. Compartilhei o post no meu blog, espero que não se importe. Realmente, concordo com tudo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não importo não. Obrigada por ter compartilhado.

      Excluir
  9. Eu sinceramente não acho o Cebolinha vilão nenhum.
    Ele é simplesmente o personagem com mais defeitos da turma toda. É o personagem que mais precisa e pode ser trabalhado. Nem é questão de atenção. Tal como disseste todos os outros amadureceram, ele foi o que menos amadureceu. O facto dos outros terem amadurecido mais do que ele tornou-os pessoas com menos defeitos e isso não aconteceu com o Cebolinha.
    Por isso a meu ver, ele é simplesmente o personagem com a melhor personalidade e a personalidade mais profunda de todos eles. Ele é talvez o personagem mais humano da turma mesmo.

    ResponderExcluir
  10. otimo post mally, assim como todos os outros :3 mas não sei porque nunca consigo ir com a cara do cebola :/ o jeito ganancioso, obssessivo, e como ele 'precisa' de poder :/ eu não considero ele um vilão, pelo contrário. ele é só uma daquelas pessoas que fazem mal as outras sem intenção. eu entendo isso já que meu pai também era assim. Mas que nem a mônica minha mãe também deu um 'chega pra lá' nele. entendo como ele pensa e sei que na maioria ele não tem intenção, mas a mônica assim como minha mãe merecia algo melhor. (virei doconica pensando assim :v) assim como você não considero o cebola nem um vilão nem um herói. só o que me decepciona é que mesmo tendo um gênio daquele, na maioria das vezes ele nunca pensa nas consequências de seus planos e se as pessoas se sentem confortáveis assim :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até que o Cebola da TMJ vem melhorando aos poucos, mas o Cebolinha dos gibis ainda não me desce e nunca vai descer.

      Excluir