TMJ#63: O dia das Bruxas - Críticas ~ TMJ do meu jeitoTMJ do Meu Jeito

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

TMJ#63: O dia das Bruxas - Críticas

Ah, sim... finalmente pude ler a tão esperada continuação de sombras do passado. Confesso que precisei de um tempinho para poder fazer a crítica porque... digamos... fiquei sem saber o que falar.

Quer dizer, eu adorei a história, sério! Foi a melhor do ano. Mas para ser sincera, confesso que esperava um pouquinho mais. Enfim, acho que sou meio reclamona mesmo.

Pois é. O clima já começou com um pouco de suspense ao aparecer a Madame Creuzodete para contar a história. E ela começou cheia de mistério, dando margem a mais revelações futuras ao dizer que esse não era o verdadeiro nome dela.

O Emerson disse que na verdade ela é negra, mas o desenhista a colocou parecendo ser branca. Vamos ver como irão resolver isso mais tarde. Pra mim não faz diferença, mas acho que os outros leitores vão estranhar um pouco se o desenho dela mudar demais.

A primeira história foi bem assustadora e uma coisa que eu achei legal foi que capricharam nas cenas de terror. O Cascão vestido de zumbi com um machado na cabeça e correntes pelo corpo arrasou, ficou bem melhor que a fantasia da Ed. 39.

E quem não levou um susto quando a Penha apareceu montada nas costas da Mônica com o cabelo estilo Samara? Viram como ficou agarradinha nela? Ah, é muito amor não acham?

Sem falar que Magali começa a desenvolver sua sensibilidade e percebe coisas estranhas ao seu redor. Parece que ela tem lá seu lado místico. Deve ser muito assustador ver coisas que ninguém mais vê porque a gente tenta falar e ninguém acredita.

Denise, como sempre, trolando geral e eu gostei da fantasia dela também. Já o desenho da Sofia ficou meio desleixado no início da história. Depois é que a desenharam direito.

E o terror não para aí. A janela se quebra, a luz apaga, todo mundo fica apavorado e é aí que a Penha começa a tocar o terror. Quando cada um se separa e os cucos vão para cima do Cascão, eu nem imaginava que eles podiam ser a Mônica e o Cebola transformados. História boa é assim: pega a gente de surpresa.

Especialmente quando a Penha ganha habilidade de possuir corpos e vai controlando um a um. Somente Magali podia vê-la em sua forma verdadeira. A cena em que ela usa o corpo da Sofia para jogar o Cascão pela janela foi um pouco forte e violenta, mas eu gostei mesmo assim. Bem dramática, cheia de ação e movimento.

Sem falar que o lance ficou mais doido ainda quando Magali viu que Penha tinha dominado o corpo do cascão. Num instante ele estava desmaiado. Em outro olha para ela com um olhar e sorriso perverso. Aí o fantasma aparece. Dá para imaginar o susto?

Depois outra surpresa: vemos Magali de cabelos soltos, coisa muito rara de se ver. E os cabelos dela ficaram iguais aos da Penha, até o olhar mudou já que estava possuída. Engraçado que brinquei com isso quando comentei sobre a quarta capa onde Magali aparecia, mas nem imaginei que podia ser verdade.

A segunda história, e a minha preferida, foi a da casa maluca. Essa foi genial. Os eventos aconteciam e se repetiam sob outro ponto de vista, se entrelaçando um com o outro. Quando na capa apareceu outra Mônica dentro da casa, a gente nem imaginava que podia ser uma loucura dessas.

Deve ser enlouquecedor ver os eventos indo e vindo, com o passado e futuro se misturando com o presente e acontecendo simultaneamente. Afinal, essa casa ficava fora do tempo. Einstein dizia que o tempo é na verdade uma ilusão. Em muitos momentos pode depender de como o percebemos. Quando nos divertimos, passa depressa. Quando estamos morrendo de tédio, passa devagar.

Essa passagem foi bem engraçada, com o Cebola passando o maior aperto ao ver que a Mônica estava em apuros, a confusão com os eventos estranhos da casa e finalmente os dois se transformando em cucos e depois saindo em debandada se encontrando novamente com eles entrando dentro da casa sem saber que os cucos eram eles transformados. Confuso, né?

Agora, apesar de ter gostado muito dessa parte, confesso que eu achei meio... deslocado. Quer dizer, como essa história se encaixa com o resto? Teria sido somente para transformar Mônica e Cebola em cucos para depois reverter o feitiço quando eles trombaram com a Magali?   

Mais uma coisa... quantas casas mal-assombradas tem no bairro do Limoeiro? Primeiro tinha a da Bianca, agora essa... bairro mais estranho esse.

Por fim temos a conclusão, quando a brincadeira fica mais interessante e a Penha se revela ao descobrir que ficou forte e poderosa supostamente graças ao medalhão. Imaginem como deve ficar uma pessoa como a Penha diante de tanto poder. Só que sua alegria dura pouco quando ela é expulsa do corpo da Magali em outra cena muito bacana.

As cenas da Penha se decompondo foi bem filme de terror mesmo. É a primeira vez que vemos isso na TMJ, pelo que eu me lembro. Carne morta se soltando, ossos, etc. E de quebra, zumbis atacando a todos. A cena da Penha com cara de caveira naquela parte em que eles lutam contra os zumbis respondeu a pergunta sobre quem era o caveirão que aparecia na capa. Realmente não era a D. Morte.

Nessa história, o destaque maior foi dado a Magali que parece ter poderes mágicos, já que sua tia mexia com bruxaria e tal. Já a Mônica apanhou um bocado. Primeiro da Penha, depois da Sofia. Dessa vez ela não foi a heroína, o que ajudou a variar um pouco.

Muita gente fala que o destaque é todo dado a ela, agora não podem reclamar porque deram poderes mágicos a Magali. E poderes de verdade, com direito a sortilégios, efeitos luminosos e tudo! Depois de tanto suspense, luta e magia, eu rachei de rir da Denise dizendo que ficou com mais medo da Magali que da Penha. Hahaha, sempre a Denise!

Por fim vemos a explicação de toda aquela loucura quando descobrimos que a Penha estava em coma no hospital. até aí tranqüilo porque o próprio Emerson falou sobre isso.

O que me causou um pouco de confusão foi saber que um ano se passou desde o dia da queda. Como assim um ano? Quer dizer que agora eles têm 16? É a primeira vez que vejo o tempo passar dessa forma. Geralmente as histórias eram meio que atemporais.  

Isso pode ser meio que complicado. Quer dizer, se o tempo passar dessa forma, daqui a pouco estarão todos com dezessete anos e prontos para entrar na faculdade.

Bom, depois dessa história vamos ter outras nove até completar a saga. Ano que vem teremos mais quatro edições. Legal, né? Como vai ficar a Penha depois que sair do coma? Vai continuar com essa fixação de vingança ou finalmente deixar a Mônica em paz? Será que a Magali vai enfrentar a Agnes? E qual é o mistério por detrás da madame Creuzodete? Só esperando para saber.


34 comentários:

  1. Nossa quantas coisas! E agora todos nós também entendemos a caveira na capa, duas Mônicas.. E só a Denise mesmo pra ficar com mais medo da Magali do que da Penha... E mais quatro edições ano que vem? Isso vai ser, sinceramente, GENIAL! E também, essa edição foi a melhor do ano! Imagina as do ano que vem!

    ResponderExcluir
  2. eu simplesmente amei essa edç a segunda historia tmb foi a minha preferida *.*

    ResponderExcluir
  3. Como você leu, eu já procurei no Calaméo e não achei. É assim mesmo o nome, poe prestar atenção, Calaméo. Pode me mandar o link? Meu email é hermionepotterff7@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Mallagueta, o tempo da TM e TMJ é assim: ele passa, assim como o nosso, mas são os personagens que não envelhecem. Grato, Marcelo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não. Na TM, o tempo é descontinuado. Tudo acontece como se fosse só no presente, com eles tendo a idade de sete anos. Já na TMJ eles deveriam organizar isso melhor.

      Excluir
    2. Bom, eu disse isso porque na TM é assim. Aí achei que fosse igual na TMJ (e a TMJ #01 foi em 2008, a #48, de 2012, fala que é a década de 2010, então o tempo parece passar. E ainda eles tinham 15 em 2008, e 15 agora, então...).

      Excluir
  5. Mallagueta, por onde você viu? Eu já procurei no Calaméo e não achei ;-;
    Mande para o meu e-mail, por favor:
    jamille.costa2003@gmail.com

    ResponderExcluir
  6. Sem dúvidas essa foi a melhor do ano mesmo, a segunda história também foi minha preferida, estou louca para saírem as outras edições que completam a saga!

    ResponderExcluir
  7. -
    Eu tmbm achei que essa foi a melhor edição do ano *-*
    Achei mt legal a segunda historia bem elaborado sz :)

    ResponderExcluir
  8. Oi Mallagueta me envia o endereço da tmj 63 no calameo por email??Se der ta aqui o meu endereço lulu.neinda@gmail.com

    ResponderExcluir
  9. oi malagueta. será que vc podia enviar para mim onde vc conseguiu? Link ou site. desde já agradaco.meu email é thiagodeoli159@gmail.com

    ResponderExcluir
  10. Mallagueta, como você fez para ler as edições da Lulu Teen e da TMJ?? Já procurei no Calaméo e não achei :(

    Meu email é: phannyrocha@bol.com.br

    Obrigada!

    ResponderExcluir
  11. Eu achei tão legal destaque que ele deu pra Magá. Eu adoro ela e foi uma supresa ela ter poderes (apesar da tia ser bruxa). Na hora do Cascão e Magali eu morri de ri com o sorriso da Penha. A fantasia de marinheira da Sofia foi um luxo (Só que não).
    Minha história preferida também foi a segunda (Da casa),mas eu fiquei em dúvida... Existiam a Mônica e o Cebola reais e aqueles outros eram o quê? Mas eu adorei.
    Eu fiquei com dó da Penha e achei que ela ficou mais bonita daquele jeito. Sem o chapéu,slá. Ano que vem com -4-edições do Emerson? *-*
    P.S. Eu acho que a Magá tinha posto as lentes azuis antes,porque se fosse depois,a Dê não falaria só dos cabelos... Né?

    ResponderExcluir
  12. Malguetta eu tbm procurei a ediçao 63 no calameo e nao achei... Tem como mandar pro meu e-mail? elismariangela2000@gmail.com

    ResponderExcluir
  13. Malaguetta tem como você passar o link da edição 63, por favor.
    kgb.quest2011@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  14. Essa edição foi mesmo fantástica. Aliás, eu resolvi comprá-la apenas porque acreditava no talento do Emerson para criar roteiros, e posso dizer que não me decepcionei.

    Denise com seu humor típico, Magali ganhando destaque excepcional e Mônica e Cebola encenando o meu conto preferido da edição(sem nenhuma briga chata entre os dois!) conseguiram me agradar bastante. Aliás, ainda falando sobre esse conto, sabia que tem um filme chamado Triângulo do Medo, e ele retrata mais ou menos essa história? Você pode ver a sinopse e o trailer aqui: http://www.imagemfilmes.com.br/imagemfilmes/principal/filme.aspx?filme=103237&titulo=triangulo-do-medo

    Enfim, edição muito boa. Só não sei como vou ler as próximas(que pena que o Gibiteca fechou!), mas vou tentar. Gostei bastante das críticas da edição.

    ResponderExcluir
  15. Achei o máximo essa edição. Magali feiticeira? Oww, foi uma enorme surpresa!!
    Não vejo a hora das edições do ano que vem

    ResponderExcluir
  16. Pelo que vi no blog do emerson, ele já tinha continuação para sombras do passado, mas seria em duas partes e a 64 já tava pronta #xatiada. Estou começando a tipo assim, amar qualquer historia em que a Denise aparece. Ô Criatura trolona kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tô amando as histórias que a Denise aparece. Não sei porque. Acho que é por ela sempre ser faladeira..

      Excluir
  17. Oi Mallagueta, também não estou encontrando essa edição no Calaméo, será que poderia me enviar? E a da Luluzinha 54 também, porfavor.
    > coraliine92@gmail.com

    ResponderExcluir
  18. mallagueta sei que e meio chato ficar perguntando
    aonde vc leu mais to super curiosa pra ler, pois essa ediçao
    sai um pouco daquela mesmisse do cebola e da monica .se vc poder me
    dizer aonde leu te agradeço.o email e bhjjmnlk@gmail.com.

    ResponderExcluir
  19. Essa edição foi demais, muito risos, terror de primeira. Emerson Abreu.e um genio e so escrever mega aventuras. (essa foi a unica Tmj que eu comprei esse ano, o resto tudo eu lir no Calaméo)

    ResponderExcluir
  20. Oh, Mallagueta.. Mais uma fanfic bem legal de Halloween da TMJ: Travessura De Halloween. Já está completa e, sem mais delongas, aqui está:
    http://fanfiction.com.br/historia/433049/Travessura_de_Halloween/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a história, obrigada pela recomendação!

      Excluir
    2. Antes que me esqueça, estou esperando a sua terminar pra poder recomendar aqui no blog tb.

      Excluir
    3. Ah! Que bom que gostou da recomendação! E vou tentar escrever bem rápida minha fanfic! Acho que tem mais uns 20 capitulos (acho)

      Excluir
  21. Me envia o link da tmj 63 e da lt 54 pf malaguetta meu e mail e vitorbarbosa20112011@hotmail.com

    ResponderExcluir
  22. Quando foi q vc percebeu aquela maluquice toda da casa atemporal? Eu comecei a estranhar quando a Mônica jogou um relógio-cuco da escada. Tipo, uma casa teria dois relógios-cucos exatamente iguais no mesmo cômodo? Porém, não dei tanta importância. Como sou uma lerda, só entendi de verdade oq estava acontecendo depois da Mônica ler o diário.
    Quase engasguei de rir quando a Mônica e o Cebola saíram transformados em cucos e quando percebi tudo.
    Essa história foi mesmo bem bolada. Mas achei estranho aquela parte em q a Mônica descobre a coisa dos cucos e vai avisar o Cebola. Ela sabia q ele estava lá em cima, mas foi ligar para ele. Q coisa + sem noção.
    Quando vc descobriu???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comecei a estranhar quando a Monica apareceu na janela, de dentro da casa, e chamou o Cebola lá fora. A cena tinha se repetido, só que do lado de dentro. Mas a ficha só caiu mesmo quando o cebola vestiu aquele lençol preto e foi pro sótão. Aí eu vi que o tempo naquela casa era atrapalhado.

      Agora, sobre o lance dos cucos, foi o seguinte: quando descobriu que o tempo daquela casa era embaralhado, ela quis ligar pro Franja porque ele entende dessas coisas. Ela não esperava que o Cebola fosse atender, tanto que ficou surpresa e até brigou achando que ele tinha saído e a deixado sozinha naquela casa.

      Só depois a ficha dela caiu e ela percebeu que os dois tinham sido pegos pelo refluxo temporal. Esse capítulo tem que ser lido umas duas ou tres vezes pra gente entender bem.

      Excluir
  23. poderia mandar para este e-mail a edição viniciusateixeira35@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  24. sabe q o lance da caveira,penha,capa eu nao tinha me ligado?? e uma dica: QUANDO A MAGALI COLOCA O MEDALHAO NA PENHA QUE ESTÁ EM COMA ELA DIZ QUE O MEDALHAO PROTEGERÁ SÓ ATÉ ELA ESTAR EM COMA DEPOIS SÓ DEUS SABE... dika pra vcs aí!! :)

    ResponderExcluir
  25. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  26. Para quem ainda não sabe como encontrar as edições online no Calaméo, tá aqui o link: http://pt.calameo.com/accounts/2872847

    ResponderExcluir