Cinderela às avessas - capítulo 31: Outros milagres acontecem por toda parte ~ TMJ do meu jeitoTMJ do Meu Jeito

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Cinderela às avessas - capítulo 31: Outros milagres acontecem por toda parte

Ler no Nyah
Ler no AnimeSpirit





Outros milagres acontecem por toda parte

No escritório da mansão, todos estavam muito aflitos e exaltados por causa do sumiço do Marcos. Rebeca chorava desesperada borrando toda sua maquiagem. Com certeza estava lamentando pelas doações perdidas. Afonso também estava muito preocupado. Eles não podiam simplesmente pular aquele show sem mais nem menos. Era preciso apresentar algo.

- Seus rapazes não podem tocar alguma coisa?
- Sem um vocalista? Nem pensar! Essa emenda pode ficar pior que o soneto!
- Mas estão estragando minha festa! É para caridade, esqueceu?
- Lamento muito, mas aqueles rapazes têm um contrato e não vão subir no palco sem o Marcos.

Não adiantou argumentar e o empresário permaneceu irredutível. Sem o vocalista, nada feito.

Carmem estava na sala esperando alguma solução para o problema quando a visão do piano lhe deu uma idéia maluca e ao mesmo tempo sensacional. Ela correu para o escritório e falou aos patrões.

- Vocês ainda precisam de um show, não é? Tenho a solução!
- Achou o Marcos? – Afonso perguntou.
- Não, mas conheço duas pessoas que podem dar um show muito lindo e divertir todo mundo!

Por mais que aquela idéia parecesse absurda, Afonso e Rebeca estavam desesperados demais para recusar qualquer ajuda.

- Quem?
- Rafael toca piano muito bem, estudou faculdade de música e tudo! A Cassandra canta que é uma beleza! Juntos eles podem dar um excelente show pros convidados!

Rebeca balançou a cabeça. Onde aquela garota estava com a cabeça para pensar que eles iam deixar dois empregados subir ao palco para entreter seus convidados elegantes?

- Não estamos aqui para brincar, mocinha! Queremos um show com talentos de verdade!
- E eles têm talento de verdade! Por que não dão uma chance pra eles?

Afonso coçou o queixo e falou.

- Acho que eles podem nos dar uma amostra do que sabem fazer. Mande-os irem até a sala onde está o piano. Iremos daqui a pouco.

Carmem saiu dali feliz da vida e Rebeca perguntou indignada.

- Vai mesmo fazer isso?
- Se eles tiverem mesmo talento, poderão salvar nossa festa e nosso dinheiro. Além do mais, poderemos falar que a instituição está apoiando a carreira deles. – o rosto dela se iluminou.
- Que boa idéia! Assim todos ficarão maravilhados e nos darão mais dinheiro!
- Isso mesmo, docinho! Há males que vem para bem!

__________________________________________________________

Todos estavam ficando impacientes com a demora do show. Será mesmo que a banda não ia apresentar? O que ia ter para entretê-los naquela noite?

Na área de serviço, as garotas não acreditaram quando Mônica falou que ela tinha sido responsável pelo sumiço do Marcos.

- Você bateu no vocalista da Super Zoom? – Magali perguntou apavorada.
- Logo no mais bonito de todos? – Cascuda também estava indignada.
- Ai, gente... foi mal! Ele veio se engraçando pro meu lado e eu acabei perdendo a cabeça.
(Cascuda) - É, como sempre! Agora a festa está perdida e a Carmem não poderá fazer o discurso!
- Calma, gente! Eu conversei com eles e vão deixar o Rafa e a Cassandra fazer o show. – ela falou entrando na cozinha para acalmar a todos.
- Meu primo vai subir no palco? Sério mesmo? Gente, que tudo!
(Magali) – Mô, onde você escondeu o Marcos?

As garotas foram até o esconderijo e viram que o rapaz continuava desacordado.

(Magali) - Tadinho! Precisamos acordar ele!
(Carmem) – Se fizerem isso, o Rafa e a Cassandra não poderão cantar.
(Magali) – Mas não podemos deixar ele assim!

Mônica interferiu.

- A Carmem tá certa. Esses aí já têm carreira, empresário e tudo. O Rafa e a Cassandra ainda estão começando, precisam dessa chance pra mostrar o talento deles.

Cascuda acabou concordando.

- É mesmo! Eles têm muito talento sim e vão fazer bonito naquele palco. Deixa ele aí que depois a gente vê.

O vocalista continuou ali mesmo e elas saíram para ver o show. Creuzodete saiu de onde estava e deu uma olhada. Ele estava desacordado e ia continuar assim até o fim do show.

__________________________________________________________

Rebeca ajudava Cassandra a se arrumar rapidamente e até lhe emprestou um blazer para cobrir seu uniforme de empregada. Seus cabelos foram soltos e uma discreta maquiagem foi feita em seu rosto.

Depois que ouviram os dois tocar e cantar, eles não tiveram dúvidas de que o show ia ser um sucesso. Quem poderia acreditar que eles tinham dois grandes talentos sob seu teto?

O piano foi transportado até o palco por vários homens fortes e Cebola se preparava para garantir que tudo saísse perfeito naquela apresentação. Era a grande chance daquele casal. Tudo pronto, Rebeca subiu no palco para apresentar os talentos daquela noite.

- Senhoras e senhores, quero lhes apresentar dois jovens muito talentosos que irão encantá-los essa noite com sua música maravilhosa! Nossa instituição apóia a criatividade e queremos mostrar que grandes talentos podem surgir de onde menos esperamos! Com vocês, Rafael e Cassandra!

Os dois subiram ao palco sob aplausos não muito entusiasmados, já que ninguém os conhecia e todos esperavam a famosa Super Zoom.

- Calma, meu amor! Vai tudo dar certo! Respira fundo, é nossa grande chance! – Rafael falou incentivando a namorada.
- Sim, é nossa chance. Vou dar o meu melhor!
- É assim que se fala! Eu começo e você me acompanha.

Todos ficaram em silêncio e Cebola iluminou o casal com um holofote. Cassandra pegou o microfone e Rafael começou a tocar. Quando chegou a hora, ela também começou a cantar meio hesitante no início. Ao ver o sorriso do namorado, ela se sentiu mais segura e foi melhorando até mostrar todo o potencial da sua voz.

Aos poucos, os convidados foram se empolgando ao ver que aqueles dois eram mesmo talentosos.

- Ai, meu priminho toca muito bem!
- E ela canta que é uma beleza, ai que inveja! – Mônica falou comovida com a bela canção.
(Magali) - Snif snif...  que lindo! Amei!
(Carmem) – Aposto que vão ficar famosos!

Cebola e Cascão também ouviam tudo impressionados, apesar de a música ser um tanto melosa para o gosto deles.

Quando a música acabou, os convidados aplaudiram com grande entusiasmo, pedindo por mais. Eles não fizeram de rogados e Rafael tocou outra música mais animada, fazendo com que todos se levantassem e batessem palma acompanhando Cassandra que cantava com energia. Até o casal Aguiar acompanhava a música mexendo o corpo e batendo palmas.

(Rebeca) - Está saindo melhor do que esperávamos! Olhe como estão gostando!
(Afonso) – É perfeito! Depois dessa, eles vão dobrar as doações! Hahaha!

O casal teve dificuldade para sair do palco, porque sempre que terminavam uma música, o publico insistia para que cantassem outra. Foi preciso que Rebeca subisse ao palco para anunciar a apresentação do Criança Feliz. Depois do discurso de Carmem, o show ia continuar.

Cebola ficou tenso e com o coração disparado, assim como Cascão que aguardava tudo ansiosamente. A apresentação estava pronta para desmascarar aqueles vigaristas. Carmem também tremia de medo, assim como as meninas que cruzavam os dedos para que tudo desse certo. Até Creuzodete estava nervosa, embora disfarçasse muito bem.

Máquinas de cartões de crédito foram colocadas sobre uma mesa perto do palco e Rebeca aguardava, junto com Afonso, as doações que seriam feitas naquela noite. Assim que os cartões fossem passados naquelas máquinas, iam ser clonados na mesma hora. Depois disso, o casal estaria livre para fazer a festa na conta daqueles ricaços.

Sob aplausos de todos, Carmem subiu ao palco tentando manter a compostura. No meio da platéia, ela viu Creuzodete que lhe sorria e balançava a cabeça afirmativamente lhe indicando que estava no caminho certo. Com isso, ela se sentiu mais segura e confiante de que tudo ia dar certo naquela noite.

- Senhoras e senhores – ela começou -, hoje eu vou lhes apresentar toda a verdade por detrás do Criança Feliz.

0 comentários:

Postar um comentário