TMJ#82: Um novo amor? - Palpites ~ TMJ do meu jeitoTMJ do Meu Jeito

quarta-feira, 20 de maio de 2015

TMJ#82: Um novo amor? - Palpites



É. Já saiu a capa da ed. 82.

Um longo suspiro cansado.

Mais uma edição envolvendo Cebola, jogos e garota gamer/personagem de jogo.

Outro suspiro cansado.

Sabe, eu até estava bem desanimada com mais uma historinha sobre romance e drama adolescente, mas o Cassaro falou que apesar do título, não vai ter muito romance. É mais ação, barraco e gritaria mesmo (do jeito que eu gosto!) e ainda vão matar uns insetos no meio do caminho. Agora assim! Fiquei tão animada que num instante surgiu inspiração para fazer o cabeçalho do blog, apesar de ter usado png’s que peguei no TMJ Wallpapers e um fundo que achei no Google ao invés de fazer minhas próprias imagens.

Parece que a história é meio que baseada num jogo chamado Starcraft, que é um jogo de estratégia militar e ficção científica. Tipo, o jogador vai formando exército, construindo fortaleza para se proteger dos inimigos e acho que isso acontece em um mundo alienígena, pelo que entendi. Aliás, vocês podem ver que a imagem do Cebola que aparece no sinopse da próxima edição é muito parecida com a do game.


Então parece que vai rolar muita ação nessa história e no meio disso, ele vai flertando com a jogadora bonitinha, se une com ela para derrotar os inimigos, um ajuda o outro (ou pode ser que ela o esfaqueie pelas costas, vai saber), coisas assim. Até certo ponto, pode ser algo semelhante a ed. do dono do mundo, onde no início ele meio que rejeitou a garota mas depois a aceitou e fez amizade com ela.

Então, se é história de ação e pancadaria, acho que fica difícil dar palpites sobre o que vai acontecer já que o romance é só um temperinho a mais, não algo que vai tomar conta de tudo (ainda bem!).

Mas vamos tentar arriscar alguma coisa. Cebola conhece novo jogo e nele encontra uma garota com a qual talvez se apaixone. Mas tudo vai ficar no virtual por um tempo, cada um jogando de um lado e só interagindo no jogo. Não sei se eles vão marcar algum encontro ou se tudo vai se acabar no final do jogo mesmo.

Onde a Mônica entra nessa história? Bem... pode ser que a participação dela nem seja tão grande assim, de repente ela só apareceu na capa para despertar a curiosidade dos leitores e deixar todo mundo de cabelo em pé. Mas pode ser que ela fique sabendo dessa nova “amizade” dele e se sinta desconfortável com isso. Mesmo não o amando mais, admito que pode doer um pouco no ego dela saber que ele desencanou e partiu para outra. Isso é normal e acontece com mais freqüência do que vocês imaginam. Nem sempre é amor, só um pouco de orgulho ferido. Às vezes a pessoa pode ter um pouco de possessividade com o(a) ex.

Afinal, ele correu atrás dela por tanto tempo e agora pode estar partindo para outra. Isso meio que deixa a pessoa com orgulho ferido. Mas ela terá que lidar com esses sentimentos e aceitar que o Cebola está livre para ficar com quem ele quiser.

Tá, mas e o Cebola e a nova amiga dele? Pode ser que a Mônica acabe desconfiando que tem alguma coisa errado e tente avisá-lo, mas ele irá interpretar como ciúme e não vai querer ouvi-la. No fim, ele descobre que ela estava certa, que a garota não era o que ele pensava e os dois acabam se entendendo (no sentido da amizade, apenas). Um enredo que não deixa de ser previsível.

Em um jogo, a pessoa pode criar um avatar do jeito que quiser, interpretar um personagem, etc. não dá para saber quem está do outro lado de verdade.

Mas analisando a capa, a gente vê que o Cebola está com um headphone. Então parece que as pessoas podem se falar durante o jogo, daí a tal garota pode mesmo ser uma garota. Mas quem ela seria na vida real? Alguém mal intencionado? Algum vilão disfarçado? Ou apenas alguém que no fim não vai querer nada com ele?

E se não for nada disso? Será que o Cebola vai mesmo encontrar um novo amor? O Cassaro disse que o título foi dado pelo estúdio e não vai ter muito romance nessa história, mas pode ser o início de algo, certo? Talvez essa garota tenha uma personalidade forte, seja corajosa, independente, confiante, talvez um tanto temperamental, algo que lembre a Mônica. Pode ser que ele fique admirado com essas qualidades e no fim descobre que não é nada disso. Já pensaram se é só a Irene por detrás do personagem? Vocês sabem que a Irene é meio que o oposto da Mônica em se tratando de personalidade. E vocês sabem também que a Irene não quer nada com o Cebola, então danou-se, coitado!

No casal Mônica e DC outros roteiristas não podem mexer porque é a Petra quem está cuidando deles, mas não sei se isso se estende ao Cebola, já que faz parte do triangulo amoroso. Se for, então é pouco provável que ele arrume uma namorada nessa edição.

Well, só lendo para saber. Se antes eu estava meio desanimada, agora estou bastante curiosa e doida para ler.

Mas ainda assim não pode deixar de ficar meio chateada por ver mais uma edição focada no Cebola. Não tem nada a ver com minha birra, eu juro. Acontece que ultimamente a gente só está vendo: Mônica, DC e Cebola. Cascão e Magali quase não aparecem mais. Aliás, a última edição onde o Cascão, sozinho, teve papel de protagonista foi a 47 e a Magali a 53. Na ed. 60 a história foi mais centrada em Carmem e Cascuda. A ed. 67 foi para os dois, mas não teve nenhuma ação ou aventura que esses personagens merecem. Pensando bem... acho que a última vez que vi Magali tendo alguma história de aventura mesmo foi no seu especial a cores. Fora isso... nada.

Então minha queixa não é por causa do Cebola, é pela falta de variedade mesmo. Sei que não é culpa dos roteiristas, eles só fazem o que a direção manda fazer, mas acho que essa mesma direção deveria entender que eles estão saturando demais a TMJ mostrando só esses três personagens.

14 comentários:

  1. Amei os palpites, estou apostando mais na possibilidade da Mo aparecer na capa com aquela cara por desconfiar que o Cebola possa se dar mal, ou que ela descubra algo sobre a gamer e esteja preocupada com o Cebola.
    Apesar de achar que ela ainda o ama, também acho que caso aquela expressao na capa seja por ele ter conhecido uma nova garota, é mais pelo orgulho ferido mesmo. Também estou ansiosaaaa para a chegada as bancas ♡♡♡

    ResponderExcluir
  2. Então, primeira vez que posto aqui xD, então a primeira vez que vi a Mônica na capa eu tive uma impressão de que ela estava assustada, mas depois parei e vi a expressão corporal e chuto que seja mais uma expressão de surpresa ou um pouco dos dois, e vi no facebook a galera comentando sobre ciúmes,bom... se pretendem colocar aqueles dois juntos vai ter que colocar alguma dor de cotovelo no meio e essa edição julgando pela a capa deve ser a melhor pra isso. Uma observação que gostaria de fazer é que no facebook uma pessoa disse algo que tenho que concordar, a Mônica também teve ciúmes e nem por isso condenaram ela, mas o Cebola.. todo mundo foi em cima e olhando de maneira geral, a maioria das tretas foi por causa do ciúme da Mônica e isso tira o Cebola do sério e o meio de se defender era apelando pra falta de compromisso.. Bom mals escrever tanto xD, opinião pessoal. E bom trabalho na página

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas os ciumes da monica foram exatamente por causa dessa falta de compromisso do Cebola. As pessoas costumam ser mais compreensivas com a Monica porque a situação ficou assim por culpa dele, que ficou enrolando por mais de um ano sem assumir namoro nenhum, sem fazer nada pra derrotá-la.

      Se ele realmente não queria compromisso sério, se preferia continuar solteiro e curtindo a vida, então deveria ter tido a decencia de chegar nela e falar a verdade. Assim ambos estariam livres pra ficar com quem quisesse. Mas não, ele ficou nesse eterno chove e não molha, não fez nada e isso gerou uma insegurança muito grande na monica. Daí vieram os ciumes.

      As pessoas acham ruim porque eu defendo a monica, mas é porque eu entendo o lado dela e não vejo esses ciumes como mera infantilidade ou insegurança.

      Excluir
    2. Concordo com o que disse, mas ciúmes exagerados independente do motivo é algo péssimo pra uma relação e em raras ocasiões alguém disse isso pra ela, não defendo o Cebola, mas também não o julgo.

      Excluir
    3. Bem... ela ainda é jovem, imatura e com pouca experiência. Se tem tanto adulto por aí que é doente de ciúme a ponto de matar, não podemos exigir muita coisa de uma adolescente com 15/16 anos.

      Excluir
  3. Adorei os palpites. Imagino que talvez a Mô seja essa jogadora, e que nem faça ideia que é o Cebola jogando (embora de algum jeito sempre que o Cebola joga algo o personagem tem a cara dele, incrível...) porque esse seria um jeito de começar uma talvez reaproximação, aos poucos, e no fim da história ela descobrir que era ele. Acho que ciúmes direto ficaria muito forçado, talvez preocupação ou medo combinassem mais, algo que mostre que ela ainda se importa com ele, mas sem ficar muito sem noção.

    Entendo o que quer dizer, daqui a pouco vão mudar mesmo o nome da revista para "Turma do cebola Jovem". Queria mais histórias com a Marina e o Franja. O Titi e a Aninha ( que só aparece na história pra trabalha, pobre coitada. Faz mais nada dessa vida, não?) por que esqueceram desses dois... O Angelo (saudades) O Nibus, e as meninas todas unidas (e não só a Mô a Magali e a Denise)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria muuuito legal se a Mônica fosse mesmo a jogadora, mas duvido muito disso... Acho que vai ser algo menos original e a Mônica só vai aparecer para ver que pode ter algo errado com a companheira do Cebola e tentar ajudar.

      Excluir
    2. Meio difícil ser a Monica. Pra impressionar o Cebola, a garota teria que ser muito boa jogadora e ela nunca gostou de jogos. Ia ficar estranho ela ter se interessado de forma repentina e aprendido tão depressa.

      Excluir
    3. Surpreendente mesmo seria se a jogadora misteriosa fosse um garoto, imagine kkkkkk

      Excluir
    4. Huahsuahsuahsuahsuah, queria muito que isso acontecesse, cara!

      Excluir
    5. Na ed. 42 o jogador rival do Cebola era o Quim. Alguém aí lembra qual era o roteirista daquela edição? Já pensaram se essa garota é ele de novo?

      Excluir
    6. Mally, são três roteiristas: Maurício de Sousa, Marina Takeda e Sousa e Marcelo Cassaro. O Layout do roteiro foi do Marcelo.

      Excluir
    7. Aquela edição foi do Cassaro e essa tb vai ser. Bem que seria legal, aquele mistério ficou muito inacabado.

      Excluir
  4. Novamente o mesmo palpite que eu dei no canal Opinião TMJ: Mais uma edição com o Cebola se apaixonando por outra garota e envolvendo games. Com certeza não vai dar em nada, assim como antes. Mas pelo menos ele não está mais no pé da Mônica, o que pode ajudar bastante na aproximação dos dois... Porém, essa história de que um para de ter ciuminho e o outro volta a ter já está manjada. Sério que o Cassaro disse que não vai ter tanto romance? Deus te ouça, tá enjoativo mesmo. (A capa até que não está ruim)

    ResponderExcluir